Biossegurança: riscos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A biossegurança é um conjunto de regras, normas e leis que possuem a finalidade garantir a saúde do profissional frente às ameaças biológicas. Desse modo, garantir o bem estar do trabalhador depende se as regras estão sendo bem executadas. Sendo assim, a participação de todos é importante para garantir o bem estar não somente do profissional, mas da população em geral.

Conhecendo a biossegurança

Acerca do conhecimento da biossegurança, é importante mencionar várias etapas de proteção ao indivíduo. Essas fases de segurança estão associadas aos fatores que podem desencadear lesões permanente ou não. Associadas a essas lesões, foram criadas áreas de riscos que devem ser orientadas, seguidas e respeitadas por todos que frequentam o ambiente de trabalho. Desse modo, no respeito as áreas de risco, há uma grande chance de não haver acidentes no ambiente de trabalho.

Entenda mais sobre biossegurança nesse artigo, https://blog.meuguru.net/biosseguranca-conhecendo-as-regras/.

Conceito de risco abrangendo a biossegurança

Primeiramente devemos conhecer o conceito acerca do risco. Conforme, o tribunal regional do trabalho, risco é qualquer coisa ou arte que gere impedimento para o sucesso de determinada função. Frequentemente, o risco é determinado e qualificado pela probabilidade e o impacto da sua ocorrência que possa causar ao trabalhador. Os riscos no ambiente laboral de trabalho, foram determinados pelo órgão máximo que regula a atividade laboral, o ministério do trabalho.

Riscos associados à biossegurança

Acidente

O risco de acidente pode ser qualquer fator que coloque o profissional em situação de exposição a agente lesivo. Esse tipo de agravante pode colocar ao abalo tanto físico quanto emocional. Desse modo, posso citar alguns exemplos: utilizar maquinas pesadas sem proteção, armazenamento inapropriado, risco de incêndio dentre outros.

Ergonômico

Risco ergonômico, ocorre na presença de algum fator que possa gera incapacidade psicomotora ao trabalhador. Desse modo, essa alteração pode prejudicar no desempenho de sua atividade laboral. Logo, nesse prejuízo trabalhista, o resultado pode ser modificado, o qual pode gerar um produto de inferior qualidade. Sendo assim, posso mencionar alguns exemplos como: má postura, levantamento de peso, repetitividade dentre outros.

Físicos

O risco físico acontece quando algum fenômeno da natureza possa incapacitar a ação trabalhista. Todas as formas de grandeza física possui a capacidade de causar lesões do tipo reversível ou irreversível. Desse modo, posso elencar alguns exemplos como: choque elétrico, ruído, radiação, calor, frio dentre outros.

Químicos

Os riscos químicos acontecem quando algum agente lesivo tem origem de natureza química. Contudo, tal agente lesivo possui a capacidade de incapacitar o profissional. Desse modo, seu contato pode acontecer de forma inalatória, ingerida, em contato direto com a pele e mucosas. Logo, posso citar alguns exemplos acerca desse risco: poeira, gases, compostos químicos, vapores dentre outros.

Biológicos

É o tipo de risco associado quando o agente lesivo possui origem de qualquer forma biológica. Sendo assim, podemos considerar que qualquer ser vivo que possui a capacidade de infectar se encaixa nesse quadro de risco. A capacidade de infecção dependerá do grau de virulência ou carga parasitária acerca do ser vivo. Portanto, posso citar alguns exemplos pertecentes a este grupo de risco tais como: bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!