Cera no ouvido?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Ei, venha por meio desse post entender a funcionalidade da cera no ouvido! Na verdade, cerúmen, ok?

cera no ouvido.
Cera no ouvido. Fonte: Autoria Própria.

O que é o cerume?

O cerume se determina por ser conhecida como a cera de ouvido, e desse modo, tem se que essa se determina por ser uma substancia que é comumente produzida por meio das glândulas nos ouvidos.

Diante disso, temos que ocorre a função de realizar a proteção da pele que se enquadra no canal auditivo de modo externo, que é provocado por água, traumas e também corpos estranhos os quais se determinam por estarem suscetíveis a infecções.

Diante disso, o cerume se associa por um acumulo assintomático, mas pode sim, gerar alguns incômodos como perda de audição, desconforto. Além daquela sensação do ouvido estar entupido.

Qual a função da cera no ouvido?

A cera possui função importante já que se define por servir de proteção a traumas, ressecamento e também impedir a entrada de bactérias. Dito isto, tem-se ainda que a cera tem diversas propriedades de proteção que realizam a impermeabilização á água, além disso, possuem também a presença de anticorpos.

Com isto, ainda contem um pH ácido que age como combate a corpo estranho que tem o objetivo de adentrar o canal auditivo. Além disso, eles funcionam como lubrificantes desse canal gerando a possibilidade de risco de ressecamento e também de lesões.

Tem-se ainda que o ouvido externos e define como “autolimpante”, por meio disso, as células oriundas se renovam e vão agindo de dentro para fora. Isso, determina que o cerúmen se valide de modo natural.

Nisto, ocorre que há essa continuação do cerúmen ser empurrado para fora. Por meio disso, deve-se entender que o pedacinho da cera que constantemente vai para fora do ouvido, determina-se como excesso de cerúmen. E, assim ocorre a expulsão desse excesso.

Desse modo, isto se qualifica como trabalho do ouvido para que ocorra a correta eliminação de porções de cera antiga.

Sintomas:

Deste modo, é necessário entender que a cera não se qualifica como problema de saúde. E, desse modo, ela se configura como meio de implantação e impactado que se configura ao seguintes sintomas:

  • Diminuição da audição.
  • Sensação de ouvido entupido.
  • Coceira no ouvido.
  • Dor de ouvido.
  • Tosse.
  • Zumbido.
  • Tonturas.

Por que a cera se aloja no ouvido?

O cerume de modo excessivo impacta a maioria das crianças, adultos e os idosos. Dessa forma, essa se define por ser uma das causas mais comuns de entupimento do canal de audição.

Sendo que o problema se agrava porque a maioria das pessoas ainda costuma utilizar o cotonete como meio de limpar, e esse acaba por empurrar a cera no ouvido. Diante disso, o uso constante cria uma grande rolha no canal auditivo.

Além disso, o envelhecimento também provoca um fato de risco, já que conforme envelhecemos o nosso cerúmen fica mais duro e espesso gerando alterações e agressões a pele. Por meio disso, recobre-se a cera de ouvido, o qual provoca uma redução direta na capacidade de expulsar a cera.

Leia mais por meio link:

https://www.mdsaude.com/otorrinolaringologia/cera-ouvido/

Leia mais textos na MeuGuru:

https://blog.meuguru.net/soluco/

https://blog.meuguru.net/sinalizacao-celular/

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!