Cienciometria: A medição da ciência ?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A cienciometria é uma curiosa área do conhecimento que vai te surpreender bastante. De fato, dentre todas as áreas do conhecimento e, obviamente das ciências, há uma peculiar área chamada de cienciometria. Com efeito, essa área do saber se ocupa com a pesquisa, com meios quantitativos, de voltar-se a quantificações de produções científicas, avanços de alguma área do saber, popularização do conhecimento e obviamente da produção acadêmica de uma dada área.

Decerto, a cienciometria desempenha um papel importante para todo pesquisador, ao passo que artigos científicos publicados sob esse viés oferecem aos leitores uma visão ampla sobre perspectivas, avanços e desenvolvimento da ciência e do conhecimento buscado pelo leitor. Ademais, a cienciometria ainda é uma oportunidade simples, prática e direta para a elaboração e até mesmo publicação de artigos.

Então, tendo isso em vista, vamos nesse artigo explorar algumas das bases da cienciometria. Além disso, nós iremos ainda te mostrar como você gurunauta pode dar seus primeiros passos nessa área e, inclusive, te mostraremos que isso é bem mais fácil do que você pensa. Por fim, separamos algumas dicas de ouro para você se aventurar no mundo da pesquisa acadêmica.

Entendendo o que é a cienciometria

Bom de início é importante que entendamos de fato o que é a cienciometria. Em suma, a cienciometria compreende os estudos objetivados nos aspectos quantitativos da ciência sendo essa vista como uma disciplina ou mesmo como uma atividade econômica. De fato, tal área se torna de ímpar existência ao passo que vemos um grande desenvolvimento científico e tecnológico.

Por que é importante pensarmos na organização do desenvolvimento científico ?

Certamente, ao passo que analisamos a trajetória da evolução do conhecimento científico e tecnológico humano, percebemos que cada vez mais há novos ramos e linhas de pesquisas que emergem das necessidades de estudo de aspectos cada vez mais particulares. Assim, percebemos que novos nichos científicos e de pesquisa emergem de tal modo que a produção científica, como um todo, se torna suficientemente vasta e até mesmo complexa.

Com efeito, tal complexidade se mostra evidente quando analisamos plataformas de publicações de artigos científicos como o próprio Arxiv e vemos não só a vastidão de áreas como ainda a grande quantidade de artigos que é publicada diariamente. Consequentemente, isso ocasiona uma grande geração de dados que envolvem tanto número de áreas como a quantidade de artigos desenvolvidos sob um dado tópico particular.

Assim, a própria evolução do conhecimento científico torna necessário o desenvolvimento de um conjunto de saberes, metodologias e técnicas voltadas para a análise e avaliação do processo de desenvolvimento científico. E é nesse contexto que a cienciometria emerge, sendo então a área que objetiva quantificar, avaliar e interpretar tais dados.

Possibilidades com a cienciometria

Então, munidade de ferramentas para análise quantitativa a cienciometria é capaz de prover a nós não apenas o panorama do desenvolvimento de uma área científica como também:

  • É possível, com uso de técnicas cienciométricas avaliar perspectivas de áreas científicas como seu crescimento e decrescimento bem como prever tendências de tópicos relevantes.
  • Obter dados relevantes sobre determinados nichos de pesquisa e assim quantificar produções novas e também artigos de revisão (reviews) sobre um dado tema.
  • Mapear a quantidade de citações que sejam relevantes para um dado nicho científico. Assim, permitindo aos pesquisadores identificarem trabalhos relevantes mais facilmente.
  • Identificar colaborações e grupos de pesquisa que estejam atuantes em uma área de pesquisa ativamente e/ou não ativamente.
  • Avaliar políticas científicas, com base nos dados recolhidos, para maior produção científica de uma dada área.
Imagem alusiva a cienciometria.

Você pode publicar artigos com cienciometria

Então, agora que consigamos explicar não só o que é a cienciometria como também várias das possibilidades que você pode ter com ela iremos adentrar em um tópico que pode ser muito útil para você gurunauta. Certamente, várias vezes ao longo do caminho universitário somos confrontados com atividades que exigem o desenvolvimento de artigos científicos. Todavia, por vezes, tal desenvolvimento é deveras complicado, principalmente se for o seu primeiro artigo, como também chega a ser inviável de ser feito a depender da sua área de pesquisa com conhecimentos apenas da sua graduação.

Nesse sentido, vemos te mostrar que cienciometria pode ser uma alternativa viável para você escrever artigos, com certa relevância e sobre algum tema do seu interesse os quais, inclusive, podem ser passíveis a publicação em revistas científicas. Com efeito, ao passo que a cienciometria consegue mapear e delinear campos, produções, parcerias científicas, relevância de trabalhos e afins segue que a possibilidade de desenvolver um artigo sobre um dado tema consistindo em uma revisão cienciométrica a qual busca-se mapear tais elementos é não só relevante como também útil para a própria comunidade científica dessa área.

Ademais, os conhecimentos para realizar tal revisão não ultrapassam em nada saberes do âmbito da graduação. Portanto, tal possibilidade se torna útil a ser considerada para você gurunauta que está diante do desafio da escrita de um artigo científico, obviamente a MeuGuru está aqui e pode te ajudar com isso também com nossos tutores especializados.

Dicas de como escrever um artigo com cienciometria

Então, para você escrever um artigo, seguindo a linha da cienciometria, alguns passos podem ser necessários a serem seguidos sendo algum desses:

  1. Defina o objetivo do seu estudo: Determine claramente o objetivo do seu artigo, conforme já citamos você pode analisar a evolução da área, identificar as principais tendências de pesquisa, mapear as colaborações ou avaliar o impacto de determinadas publicações. Ademais, é possível ainda combinar algumas dessas análises e traçar correlações entre elas.
  2. Coleta de dados: Identifique as fontes de dados relevantes para a sua área de estudo. Isso pode incluir bases de dados de artigos científicos, como Scopus, Web of Science, Journal Citation Reports (JCR), PubMed, ResearchGate ou Arxiv entre outras. Determine os critérios de busca, como palavras-chave, período de tempo e tipos de documentos a serem incluídos e obtenha os dados relevantes para você, conforme seus critérios definidos.
  3. Análise dos dados: Utilize métodos e técnicas adequadas para analisar os dados coletados bem como tenha em mente os dados corretos a serem coletados como citações e palavras-chaves. Nesse contexto há alguns softwares como o VOSviewer ou CiteSpace, para visualizar e explorar os dados de forma mais eficiente que podem ser úteis para você.
  4. Interpretação dos resultados: Analise e interprete os resultados obtidos a partir da análise dos dados, busque identificar padrões, tendências, principais contribuições e lacunas na área de estudo. Ademais, compare seus resultados com outros estudos e discuta os mesmos sob a perspectiva do seu objetivo de pesquisa.
  5. Escrita do artigo: Organize o seu artigo em seções claramente definidas, como introdução, metodologia, resultados, discussão e conclusão. Apresente os resultados, no caso, suas análises de dados de forma de fácil interpretação com recursos visuais instrutivos e didáticos que permitam aos leitores uma fácil compreensão.

Referências

  1. LEYDESDORFF, L.; RAFOLS, I. A global map of science based on the ISI subject categories. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 60, n. 2, p. 348-362, 2009.
  2. GLÄNZEL, W.; SCHUBERT, A. Analysing scientific networks through co-authorship. In: CRONIN, B.; SUGIMOTO, C. R. (Eds.). Handbook of quantitative science and technology research. Dordrecht: Springer, 2005. p. 257-276.
  3. RAZERA, J. C. C.. Contribuições da cienciometria para a área brasileira de Educação em Ciências. Ciência & Educação (Bauru), v. 22, n. 3, p. 557–560, jul. 2016.
  4.  Macias-Chapula, Cesar A. (1998). «O papel da informetria e da cienciometria e sua perspectiva nacional e internacional»Ciência da Informação27 (2): nd–nd. ISSN 1518-8353doi:10.1590/s0100-19651998000200005

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!