Conheça o Prolapso da Válvula Mitral

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Conheça o Prolapso da Válvula Mitral

Conheça o Prolapso da Válvula Mitral, um problema cardíaco ligado ao abaulamento de uma parte ou totalidade de uma ou ambas as cúspides existentes na valva mitral durante a sístole. Assim sendo, essa doença pode estar ligada desde ao acometimento estrutural ou funcional, ou até complicações ventriculares ou atriais que modifiquem a anatomia da região.

O que é o Prolapso da Válvula mitral

O prolapso da válvula mitral, é também conhecido como sopro cardíaco e síndrome de Barlow. Essa doença é dada por uma condição cardíaca na qual as válvulas cardíacas desanexam das câmaras superior e inferior.

Assim, o lado esquerdo do coração não está completamente fechado e uma pequena quantidade de sangue pode fluir de volta para ele musculo cardíaco. Ainda, o átrio esquerdo interfere na capacidade do coração de bombear sangue, sendo definido como a regurgitação da válvula mitral.

Desse modo, a complicação mais preocupante é a endocardite, que poderá causar:

  • Aumento das arritmias;
  • acidente vascular cerebral;
  • e fibrilação arterial.

A doença pode ser localizada através:

  • Ausculta cardíaca, localizando um clique mesossistólico e sopros sistólicos tardios;
  • Cardiograma Doppler colorido;
  • Cateterismo cardíaco;
  • Radiografia de tórax
  • ECG
  • Ressonância magnética do coração.

Causas

Primeiramente, na maioria dos casos, o motivo de se adquirir a doença é o crescimento anormal de uma das cúspides.

Assim sendo, em outras ocasiões, essa modificação é secundária a outras doenças cardíacas, como:

  • Febre reumática
  • infarto
  • após uma cirurgia valvular

Porém, muitas vezes os pacientes convivem com a doença por anos, sem haver o conhecimento do problema.

Sintomas do Prolapso da Válvula Mitral

Primeiramente, é importante ter em mente que a maioria das pessoas com prolapso da válvula mitral não apresenta sintomas.

Mas por quê?

A partir de uma grande quantidade de sangue que vaza para a parte superior do coração através da válvula, os sintomas podem variar até a predominância de sua ausência.

Desse modo, os sinais e sintomas do prolapso da valva mitral podem variar muito de pessoa para pessoa. Porém, em casos sintomáticos, podem ser manifestados:

  • arritmia;
  • vertigem;
  • fadiga;
  • falta de ar;
  • enxaqueca;
  • dor torácica.

Portanto, é essencial o acompanhamento médico frequente para acompanhar a evolução do prolapso da válvula mitral, seja moderado ou grave.

Tratamento

Então, sabendo da necessidade de acompanhamento médico frequente, vamos saber um pouco mais sobre os tratamentos.

Primeiramente, em alguns casos deve-se realizar a cirurgia para reparar ou substituir a válvula, principalmente para pacientes que apresentam regurgitação mitral grave ou se agravar os sintomas.

Desse modo, os cirurgiões fazem a substituição da válvula mitral se o ventrículo esquerdo estiver aumentando e as condições cardíacas piorarem.

Também, alguns medicamentos são recomendados para o tratamento paliativo e para a redução dos sintomas. Assim, são utilizados quando a regurgitação mitral ou outros problemas cardíacos também se manifestem.

Alguns medicamentos ajudam no controle das arritmias e na remoção do excesso de líquidos nos pulmões. Logo, também são recomendados outros medicamentos para evitar coágulos de sangue em casos de fibrilação atrial.

Ainda, não existem recomendações ou restrições ao estilo de vida, principalmente quanto à prática de exercícios físicos. Porém se o paciente possuir a regurgitação mitral grave, o médico poderá recomendar-lhe evitar exercícios que possam piorar a sua condição ou movimentos bruscos que poderão causar vertigem.

Leia outros artigos: Entenda o eletrocardiograma (ECG)

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!