Neuroanatomia: O que você precisa saber

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A neuroanatomia, caracterizada por ser uma ciência que visa o estudo morfológico e não funcional do sistema nervoso. Esta grande subdivisão é originada da anatomia humana, mas apesar da sua complexidade, os grandes autores decidiram separa-la. A neuroanatomia devido ao seu grande nível de informação pode ser descrita como neurociência, o qual engloba além da anatomia, a fisiologia e a patologia.

            Partindo da ramificação da neurociência, a fisiologia ou neurofisiologia estuda o funcionamento neuronal, e não as suas estruturas propriamente ditas. Tais estudos científicos podem ser descritos como o funcionamento da cognição, equilíbrio, sinapse e sua neurotransmissão. Não obstante é uma ciência importante, mas não é o foco neuro anatômico, já que anatomia e fisiologia andam juntas, mas de aprendizado diferente.

            Outro ponto importante de estudo é a neuropatologia, que engloba as disfunções fisiológicas. Ocorrendo distúrbios, as doenças são instaladas no sistema nervoso, as quais podem ser neurodegenerativas, ou neuro inflamatórias. Dentre algumas doenças posso mencionar a doença de Parkinson, mal de Alzheimer, esclerose lateral amiotrófica, dentre outras.

Divisões

            Como já é sabido, a neuroanatomia é ainda dividida em algumas subáreas, afim de melhorar o aprendizado desta linda ciência. Apesar destas subdivisões, a neuroanatomia ficou extensa ao estudar, já que são em grande quantidade o número de estruturar morfológicas neurais. Além destas subáreas, veremos mais a frente, a neuroanatomia também, pode ser dividida em neuroanatomia macroscópica e neuroanatomia microscópica.

Divisões do sistema nervoso, fonte: https://anatomiaefisioterapia.com/2020/05/25/minuto-anatomico-33-divisao-anatomica-do-sistema-nervoso/.

Neuroanatomia Macroscópica

            A neuroanatomia macroscópica é descrita por ser a divisão na qual é possível enxergar as estruturar morfológicas a olho nu. Desse modo, esses grandes pontos anatômicos são formados a partir da neuroanatomia microscópica, que desempenham a mesma função e realizam suas funções em conjunto. Alguns órgãos posso citar são o cérebro, medula espinhal, tronco encefálico e cerebelo.

Neuroanatomia Microscópica

            Já a microscopia neuro anatômica, definida como as ultra estruturas em que não é possível ver a olho nu. Para o estudo destas estruturas é recorrente o auxilio de microscópio eletrônico ou de varredura, afim de estudar estes pontos anatômicos importantes. Dentre esta subdivisão é possível citar o neurônio, células da glia, que ainda podem ser divididos em astrócitos e micróglia.

Subdivisões Regionais

            Contudo, a neuroanatomia, dividida em três grandes subáreas de estudo, a qual facilita a compreensão do aluno. No entanto, alguns autores em divergência, sugerem que esta divisão seja feita em duas, na qual a terceira está contida dentro da segunda. Veremos agora quais são estas ramificações da neuro anatomia, a qual está magnifica ciência explica de forma brilhante.

Sistema Nervoso Central

            O sistema nervoso central, é a subdivisão, do sistema nervoso, na qual engloba as estruturas centrais ao plano sagital. Sendo assim, estes pontos anatômicos possuem controle involuntário, ou seja, atua de forma autonômica para o desempenho de suas funções. Portanto, tal sistema, compreendido pelos pontos anatômicos contidos na neuroanatomia macroscópica, as quais foram citadas previamente.

Sistema Nervoso Periférico

            O sistema nervoso periférico, como o nome já sugere, é o ramo no qual está distante do sistema nervoso central. Este componente tem como característica principal, ser de controle misto, ou seja, possui comandos voluntários e involuntários. Os principais componentes deste sistema são os nervos, os quais também podem ser classificas em mistos, mas, sendo motor ou sensitivo. Os nervos motores e sensitivos podem estar atrelados ao músculo estriado esquelético, já os sensitivos apenas aos órgãos internos.

Sistema Nervoso Autônomo

            Contudo o sistema nervoso autonômico, no qual alguns autores dizem que faz parte do sistema nervoso periférico, devido a sua morfologia ser exclusivamente nervos. Porém, na minha concepção, os nervos pertencentes a este agrupamento nervoso diferem tanto na morfologia, quanto na neurofisiologia e por consequência na neuropatologia. Desse modo, a principal característica, é também os nervos autônomos possuírem propriedades mistas, ou seja, de forma simpática (excitatória) ou parassimpática (inibitória). Portanto, outra característica não menos importante, é que este sistema nervoso atua de forma involuntária, semelhante ao sistema nervoso periférico.

Importância da neuroanatomia

            Logo, o sistema nervoso ou a neuroanatomia como um todo necessita de uma alta dedicação aos estudos. Devido ao tamanho de sua alta complexidade, cresce o número de cursos da saúde, na qual divide em semestres, anatomia humana geral e a neuroanatomia. Portanto, para um bom profissional de saúde, dedicação aos estudos e principalmente a anatomia e neuroanatomia, será de vital qualidade.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!