Desmitificar o Câncer: conheça a doença

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Dúvidas sobre a doença? Vamos desmitificar alguns conceitos, confira as dúvidas mais comuns, desmitificando o câncer.

A princípio, sendo a segunda principal razão de morte no mundo, o câncer ainda é uma doença envolvida em diferentes equívocos. É verdade que hoje é um assunto muito comum surgindo e abordado no dia a dia, promovendo a detecção precoce e um leque mais amplo de tratamento.

Como resultado, muitos pacientes e familiares pensam no câncer como uma sentença associada ao sofrimento. Isso é errado! Sempre converse com o seu médico sobre a dor quando ela aparecer, conte os detalhes, o que piora, o que alivia, posições de conforto. Não poupe o profissional de nenhum detalhe. Existem vários tipos de dor que podem acometer o paciente oncológico, e cada uma possui um tratamento específico.

Vamos desmitificar o câncer: algumas dúvidas

Por exemplo, vamos esclarecer alguns dos mitos que ainda atrapalham o diagnóstico e o tratamento dessa doença que precisam ser desmitificados:

  • O câncer não afeta os jovens. (Mito): É verdade que é mais comum em pessoas com mais de 60 anos, mas 33% dos casos ocorrem em pacientes mais jovens. Mesmo na infância, adolescência e idade adulta. Portanto, sintomas persistentes como dor, fraqueza progressiva, peso inexplicável ou perda de sangue, novos caroços, manchas na pele com alterações de forma ou cor devem ser investigados independentemente da idade. Os sintomas que não desaparecem sozinhos ou com os tratamentos iniciais oferecidos devem ser investigados mais a fundo. Nestas situações, o oncologista ajudará a verificar e confirmar ou negar o diagnóstico.
  • O câncer não afeta as pessoas que levam um estilo de vida saudável. (Mito): Embora a manutenção de hábitos saudáveis ​​seja muito importante (evitar fumar, evitar o sobrepeso e a obesidade, comer alimentos frescos em vez dos processados ​​e praticar exercícios), existem outros fatores incontroláveis ​​que podem causar o processo da doença. Porém, uma pessoa anteriormente saudável, ao progredir uma doença crônica, terá um corpo com maior capacitância de receber tratamentos e apresentará uma boa recuperação.

Vamos desmitificar o tratamento

  • A quimioterapia é muito forte — não devo ir ao oncologista (Mito): Quimioterapia é muito forte – não devo ir ao oncologista (MYTO): Muitos familiares e pacientes não procuram um oncologista clínico por acreditarem que por estarem enfermos e fragilizados não podendo adquirir cuidado especializado. Este é um dos equívocos mais usuais e um conceito que deve ser renunciado o quanto antes. São muitas opções de assistência médica para o paciente com câncer, não sendo limitado à cirurgia ou quimioterapia. Sem tratamento específico para o câncer e seus sintomas, o quadro clínico do paciente irá se agravar, pois sem o combate à doença sua natureza é avançar. Os cuidados contra o câncer, por outro lado, podem inverter a doença e proporcionar alívio significante dos sintomas. Não desiste de buscar um tratamento eficaz antes de consultar um oncologista clínico. Avaliamos sua saúde e gravidade da doença para adequar o tratamento às suas circunstâncias específicas. E lembre-se, ao combater o câncer que está ocasionando seus sintomas, sua qualidade de vida melhorará, independentemente do estágio da doença ou da sua idade. Certifique-se de procurar uma oportunidade para receber o melhor tratamento para sua condição.
  • As cirurgias oncológicas são enormes e muito dolorosas (Mito)

Concluindo, muitos ainda possuem ressalvas quanto ao tratamento e diagnóstico da doença, podendo sentir dores e incômodos, por exemplo. Precisamos desmitificar o câncer e muitos aspectos envoltos na doença, para auxiliar a todos. Se você busca mais informações, alguns sites nos trazem detalhes importantes para é a Associação Paulista de Fundações e o relatório do registro Nacional do Câncer, viabilizado pelo Ministério da Saúde.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!