Edema: Saiba o que é

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A patologia, descrita como o ramo da ciência da saúde que estuda as alterações no corpo humano decorrentes de alguma doença. Desse modo, o desequilíbrio na homeostase, causada devido a alterações a nível celular. Sendo assim, a patologia nos permite compreender as modificações presentes em tecidos, órgãos, sistemas e líquidos presentes no organismo. Portanto, exige um bom conhecimento em anatomia, fisiologia, bioquímica e farmacologia, visto que é uma área multidisciplinar. Logo, nesse artigo veremos mais sobre o edema celular que ocorre em nosso organismo.

Conceito de Edema

É o extravasamento de líquidos dos vasos para o espaço intersticial. Desse modo, o líquido pode ser pobre em proteínas (Transudato) ou rico em proteínas (Exsudato).

Portanto, o edema resulta de qualquer uma das seguintes desordens:

Aumento da pressão hidrostática

Esse tipo de desordem, causada pela redução do retorno venoso (como na insuficiência cardíaca).

Redução da pressão Oncótica

Causada por uma redução na concentração plasmática de albumina. Sendo assim, devido à redução da síntese, como ocorre nas doenças hepáticas, ou aumento da perda, como ocorre nas doenças renais.

Obstrução Linfática

Esse tipo de desordem acontece, quando ocasionado a redução da remoção do líquido intersticial. Portanto, ocorre nos processos de cicatrização, tumores ou determinadas infecções.

Retenção primária de sódio

Essa desordem acontece na insuficiência renal.

Aumento da permeabilidade vascular

Ocorre nos processos inflamatórios.

Morfologia do edema

O edema, reconhecido na visão macroscópica, reflete basicamente, no clareamento e na separação dos elementos da matriz extracelular com um discreto edema celular. Portanto, apesar de qualquer órgão ou tecido ser afetado, mais frequente no tecido subcutâneo, pulmões e cérebro.

Tipos de edema

Acerca do conhecimento do edema, veremos adiante, os principais tipos existentes e como reconhece-los.

Edema subcutâneo

Conforme, alguns autores, esse tipo de edema, pode ser subdivido em duas classes:

Gravitacional: característica marcante da insuficiência cardíaca, sobretudo da insuficiência do ventrículo direito. Pode envolver as pernas, quando ereto ou o sacro, quando em decúbito dorsal.

Secundário à disfunção renal: Síndrome Nefrótica, costuma ser mais grave do que a da insuficiência cardíaca, afetando todo o corpo por igual.

Edema Pulmonar

É um problema clínico comum, visto com mais frequência na insuficiência do ventrículo esquerdo (acumulando-se nas porções inferiores dos pulmões). Contudo, também ocorre na insuficiência renal, síndrome da angústia respiratória aguda (SARA), infecções pulmonares e reações de hipersensibilidade. Desse modo, tipicamente os pulmões apresentam um peso duas a três vezes maior do que o normal. Portanto, ao corte, apresentam um líquido espumoso, algumas vezes contendo sangue, representando uma mistura de ar, líquido de edema e hemácias extravasadas.

Edema Cerebral

Pode afetar locais de lesão (infarto, abscessos ou neoplasias) ou ser generalizado, como ocorre nas encefalites, crises hipertensivas ou obstrução do fluxo venoso cerebral. Sendo assim, o trauma pode resultar em edema localizado ou generalizado, dependendo da natureza e extensão da lesão. No edema generalizado, o volume do cérebro está aumentado, com sulcos estreitos e giros distendidos com sinais de achatamento pelo crânio.

Portanto, gurunauta, se esta afim de conhecer mais sobre a patologia geral, não deixe de acompanhar nosso blog. Pois nessa seção, você verá imagens e assuntos pouco abordados em sala de aula, que vão te auxiliar na sua vida acadêmica. Te espero aqui, mete bronca!!

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!