Glucagon e insulina: Entenda mais!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Entenda como a insulina e glucagon funcionam em nosso corpo, e qual a importância desses hormônios.

Insulina e Glucagon. Fonte: Internet.
Insulina e Glucagon. Fonte: Internet.

Elucidação:

Basicamente, esses dois hormônios se configuram por possuir efeito antagônico e por meio disso possui atividade fisiológica de modo inverso.

A insulina volta-se para a atuação de absorção de glicose, e já o glucagon realiza o oposto que se determina pro aumentar o teor de glicose que esta ao longo de toda o sangue.

Insulina:

A insulina se determina por ser hormônio. Desse modo, é necessário compreender que quando se alimenta, os alimento ingeridos se transformam em açúcar. E, com isto, obtemos o principal combustível de nosso corpo.

Com isto, é primordial que se armazene essa açúcar para que a mesma possa ser utilizada posteriormente em determinados momentos como os momentos de jejum ou os momentos de falta de comida.

Por meio disso, conforme ocorre as refeições, há os picos glicêmicos e desse modo, o pâncreas entra de modo a atuar. Nisto, tem se que esse órgão produz a insulina.

A insulina retira o açúcar que possui na circulação sanguínea, e coloca o para dentro das células e por meio disso, coloca-os para dentro das células do corpo e do fígado.

Diabetes: Glucagon e Insulina

Desse modo, caso ocorra o funcionamento de modo incorreto ou deficiente, temos que se determina uma baixa produção da insulina. E, por meio disso, ocorre o provocar de diabetes tipo 1 e 2, e também elucida o diabetes gestacional.

Glucagon:

Já o glucagon corresponde a um papel inverso da insulina, o qual se define como influenciador e possibilitador, juntamente com a insulina de controlador de açúcar no organismo.

Desse modo, é necessário compreender que o glucagon atua nos momentos que ocorre a hipoglicemia, e por meio disso, quando a glicose cai para níveis que falta energia ao corpo. Ou seja, a glicose ele atua.

Entenda a hipoglicemia:

A hipoglicemia se define pelos momentos em que ocorre jejum longo ou também intervalos de modo decisivo. E, desse modo, ocorre tonturas, dores de cabeça e até desmaios.

Esses sinais são alertas para que o corpo entenda que ele deve comer, e estocar mais glicose. Porém, o corpo não fica a mercê de esperar essa nova estocagem, e desse modo, o glucagon atua.

Como ocorre a hipoglicemia ocorre a produção exacerbada de glucagon, e desse modo, ocorre grande estímulo ao fígado, o qual passa imediatamente a produzir glicogenio.

Mediante a isso, ocorre o carregamento de glicose por meio do glucagon para a corrente sanguínea e com isso normalizar o açúcar no sangue. E, por meio disso, ocorre a regulação de insulina e do glucagon como reguladores essenciais da fome.

Referencial de controle glicêmico

Nivel normal de glicose no sangue: 70 mg/ dL a 100 mg/dL.

Hiperglicemia acima de 120 mg/dL; Define-se por atuação da insulina.

Hipoglicemia abaixo de 60 mg/dL; Define se por atuação de glucagon

Diabetes acima de 126 mg/ dL de jejum.

Saiba mais sobre Glucagon e insulina por meio dos links:

https://numeb.furg.br/index.php?option=com_content&view=article&id=42&Itemid=40

Leia mais artigos na MeuGuru:

https://blog.meuguru.net/farmacopeia-brasileira/

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!