A gravidez altera o cérebro da mãe – Entenda

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

É visível que o corpo da mulher sofre alterações com o avanço da gestação, mas você sabia que a gravidez altera o cérebro da mãe? É sobre esse assunto que vamos abordar neste artigo.

A gravidez altera o cérebro da mãe

Todo mundo sabe que ocorrem mudanças na mulher durante a gestação.

As alterações vão desde características observáveis, como as físicas (aumento de peso, do volume e extensão do abdome) até as fisiológicas, que alteram todo o metabolismo do seu corpo.

Contudo, o que a grande maioria não sabe é que a gravidez também altera o cérebro da mãe, de forma estrutural.

Cientistas descobriram que o cérebro das mães diminuem durante a gravidez e aumentam de tamanho após o parto.

Isso está relacionado com as mudanças fisiológicas. O cérebro é muito sensível à ação de hormônios, no qual apresentam altas taxas durante a gestação.

Alterações do cérebro da mãe

Em 2016, Kim e colaboradores revelaram em sua pesquisa que o cérebro da mulher cresce e adquire maior plasticidade neural durante os primeiros meses após o parto.

O estudo realizou exames de ressonância magnética em gestantes e identificou o crescimento de uma ampla gama de regiões do cérebro.

As regiões observadas estão relacionadas a aspectos importantes no cuidado infantil, como motivação materna e processamento de recompensas.

Além disso, quanto maior o crescimento estrutural observado na região do mesencéfalo (envolvida em recompensa e motivação), mais fortes são as emoções positivas da mãe sobre seu bebê.

Por outro lado, um estudo publicado em 2017 (também por exames de ressonância magnética) na renomada revista científica Nature Neuroscience sugeriu que a massa cizenta é reduzida em áreas específicas no cérebro das mulheres durante a gravidez.

Tal estudou encontrou achados das regiões do cérebro que sofrem mais alterações: o córtex frontal e temporal, bem como a linha mediana.

Essas áreas são importantes e estão relacionadas com a cognição, memória e comportamentos sociais, como empatia.

Embora a diminuição de neurônios possa gerar déficits cognitivos, como o denominado “Mommy Brain“, de maneira geral não é visto como algo prejudicial.

Segundo os pesquisadores, o encolhimento seletivo representa uma especialização dessas áreas, aumentando a eficiência da mãe para criar laços e cuidar do bebê.

“Mommy Brain”

Muitas mães reclamam do fenômeno denominado “Mommy Brain”

Esse termo é utilizado para se referir a um conjunto de sintomas durante a gestação e pós parto, ligados a perca de memória e concentração.

De acordo com as pesquisas, isto ocorre devido devido o cérebro estar se modificando para começar a focar em outra coisa: comportamentos maternos.

Além disso, não é necessário tanta preocupação, pois essas alterações são transitórias.

Gostou do artigo? Confira outros igualmente interessantes Clicando Aqui!

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!