Motivação: Como manter ao longo da graduação!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A palavra motivação vêm sendo fortemente buscada na internet por diversas pessoas frente aos desafios cotidianos seja nos estudos ou mesmo no ambiente de trabalho. Decerto, há um anseio coletivo pela ideia de que um determinado sentimento poderá impulsionar sua vontade e produtividade. Ademais, esse conceito vem sendo extremamente difundido no mundo acadêmico para estudantes, em particular, de graduação que encontram-se desanimados com estudos e afins.

Entretanto, entre muitas falas sobre motivação vindas de coachs, influencers e afins surge o questionamento: é necessário de fato que estejamos sempre motivados ?. Nesse sentido, nós da MeuGuru trouxemos esse artigo hoje para você gurunauta. De fato, aqui vamos explorar as nuances que envolvem esse tema bem como buscaremos explicar como devemos ter a concepção de motivação em uma dose correta.

Entenda o que é motivação

Com intuito de falarmos sobre a necessidade ou não de motivação associada aos cursos de graduação vamos, primeiro, entender o que é motivação. Decerto, a motivação é um conceito fundamental para entender o comportamento humano em diversas áreas, da psicologia à economia. Assim, podemos defini-la como o conjunto de fatores internos e externos que impulsionam um indivíduo a agir de determinada maneira, buscando atingir um objetivo específico.

Fatores que influenciam a motivação

Segundo Monu e Sajadi (2017), Fatores como as necessidades básicas do ser humano (como alimentação, moradia e segurança) e as expectativas pessoais, bem como o ambiente social e cultural, podem influenciar a motivação. Assim, esses fatores podem interagir de maneira complexa e variar de pessoa para pessoa, o que torna a motivação um fenômeno multifacetado e dinâmico.

Portanto, não podemos ignorar as duas principais fontes de motivação: a motivação intrínseca e a motivação extrínseca. Portanto, a motivação intrínseca é aquela que vem do interior do indivíduo e é impulsionada por elementos internos, como o prazer em realizar certas atividades, a satisfação pessoal e o desejo de aprender e crescer. Por outro lado, a motivação extrínseca é aquela que vem de fora do indivíduo, geralmente em forma de incentivos ou recompensas externas, como dinheiro, prêmios e reconhecimento, entre outras formas.

Stipek (2001) destaca que a motivação intrínseca é geralmente mais duradoura e associada a um maior bem-estar emocional, enquanto a motivação extrínseca pode ser útil em certas situações, mas pode não ser tão duradoura quanto a motivação intrínseca. Isso porque a pessoa pode perder o interesse ou a motivação quando o incentivo externo é retirado.

Motivação na graduação

motivação na universidade

Tendo isso como base, vamos agora nos ater as questões associadas a motivação na graduação. Com efeito, a motivação é um fator importantíssimo ao longo da graduação, pois pode influenciar diretamente o seu desempenho. Assim, sendo até mesmo determinante para a realização dos objetivos educacionais, como a conclusão do curso, a obtenção de boas notas e a busca pelo aprendizado e desenvolvimento pessoal.

De acordo com a teoria da autodeterminação, proposta por Deci e Ryan (2000), a motivação dos estudantes na graduação pode ser influenciada por três necessidades psicológicas básicas: a autonomia, a competência e a relação social. Com efeito, essas são as seguintes

  • A autonomia refere-se à necessidade de ter o controle sobre as próprias ações e decisões.
  • A competência refere-se à necessidade de sentir-se competente e eficaz em relação às tarefas acadêmicas.
  • A relação social refere-se à necessidade de se sentir conectado e relacionado com outras pessoas.

Dicas de como se manter motivado na graduação

Seguindo o descrito anteriormente, vemos que há alguns fatores que impulsionam e fazem com que os estudantes na graduação mantenham-se motivados o que pode ajudar e assegurar um bom desempenho ao longo do seu curso.

Nesse sentido, podemos destacar o estudo realizado por Noels et al (2019) o qual mostrou que a motivação intrínseca dos estudantes na graduação está associada a um maior engajamento acadêmico, maior satisfação com a vida universitária e maior probabilidade de conclusão do curso. Assim, quanto a essa questão, vemos que uma das formas de você manter-se engajado e motivado em seu curso é buscando formas e recompensas dentro dos próprios estudos pessoais. Decerto, entender o mérito de pequenas conquistas e saber valorizar o seu aprendizado é algo que será imprescindível para você.

A motivação extrínseca

Por outro lado, temos ainda a motivação extrínseca. Com efeito, nesse caso temos os fatores externos que agem em volta do estudante a motivação extrínseca pode ser útil em certas situações, como no caso de estudantes que buscam uma carreira específica ou que precisam de incentivos externos para superar desafios acadêmicos.

Nesse sentido, há vários fatores que podem contribuir de forma positiva para que você se sinta motivado em sua graduação. Todavia, alguns desses fatores vão além de você mesmo e, talvez, você deva considerá-los antes mesmo de adentrar na sua faculdade. Assim, procure saber se sua universidade possui um ambiente de aprendizagem que valorize a autonomia, a competência e a relação social. De fato, isso pode incluir a criação de atividades que permitam aos estudantes tomar suas próprias decisões, a oferta de feedback construtivo e a criação de oportunidades de interação social.

Você nem sempre estará motivado aprenda a ser resiliente

É importante entender que a motivação é um fenômeno dinâmico e que nem sempre estaremos motivados. Decerto, é comum que os estudantes passem por momentos de desmotivação, falta de interesse ou dificuldades em manter o foco nos estudos. Por isso, é fundamental desenvolver a resiliência nos estudos, ou seja, a capacidade de lidar com as adversidades e superar os obstáculos que possam surgir ao longo do caminho.

Com efeito, a resiliência nos estudos pode ser desenvolvida por meio de diversas estratégias, como a criação de um plano de estudos personalizado, a definição de metas realistas e alcançáveis, a busca por ajuda e suporte quando necessário e a adoção de hábitos saudáveis, como uma boa alimentação, sono adequado e atividade física regular.

Além disso, é importante ter em mente que a motivação pode ser influenciada por fatores externos, como o ambiente de estudos, o suporte social e as recompensas ou incentivos. Assim, é fundamental criar um ambiente de estudos motivador, que estimule o aprendizado e a busca pelo conhecimento.

Referências

  1. MONU, Kafui A.; SAJADI, S. A. M. Motivation in the Academic World: A Literature Review. 2017. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/317128427_Motivation_in_the_Academic_World_A_Literature_Review>. Acesso em: 14 jul. 2023.
  2. AHMED, S. A.; FAROOQ, M. M. Motivation and Academic Performance in College Students. Journal of Educational Psychology, v. 109, n. 3, p. 342-358, 2017. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/277429140_Motivation_and_Academic_Performance_in_College_Students>. Acesso em: 14 jul. 2023.
  3. ZIMMERMAN, J. L.; KITSANTAS, A. The Role of Self-Efficacy in Motivation and Performance of College Students. Journal of Educational Psychology, v. 99, n. 4, p. 766-778, 2007. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/232439316_The_Role_of_Self-Efficacy_in_Motivation_and_Performance_of_College_Students>. Acesso em: 14 jul. 2023.
  4. ELLIOT, Andrew J.; DWECK, Carol S. Motivation and Academic Achievement: A Meta-Analytic Review. Review of Educational Research, v. 78, n. 4, p. 1-27, 2008. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/225919398_Motivation_and_Academic_Achievement_A_Meta-Analytic_Review>. Acesso em: 14 jul. 2023.
  5. BONG, M. L.; CHO, S. W. Motivation and Learning Strategies in a University Distance Education Program. Educational Technology & Society, v. 8, n. 4, p. 146-158, 2005. Disponível em: <https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1207/S15326985EP3802_4>. Acesso em: 14 jul. 2023.
  6. JONES, Brett A. Motivation in the College Classroom: A Multidimensional Framework for Understanding and Improving Student Motivation. In: WENTZEL, K. R.; WIGFIELD, A. (Eds.). Handbook of Motivation at School. 2nd ed. New York: Routledge, 2016. p. 61-79. Disponível em: <https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/87567550802421935>. Acesso em: 14 jul. 2023.

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!