Regulação da Temperatura Corporal

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A fisiologia humana, descrita como a divisão da área da saúde que estuda o funcionamento normal do corpo humano. Através dela, posso entender como as atividades funcionais realizadas pelo organismo se interagem e atuam de forma sinérgica. Nesta interação sistemática e de altíssima complexidade a qual, chamada de homeostase, é o foco de toda a fisiologia humana, equilíbrio funcional. Contudo, em todos os processos existem falhas, e nestes defeitos gerados a partir de diversas causas, acontecem as doenças ou patologia. Portanto, nesse artigo veremos sobre mais sobre regulação da temperatura corporal.

Relembre sobre os conceitos primários de temperatura corporal nesse artigo.

Controle da regulação da temperatura corporal

Quando o corpo torna-se superaquecido, ocorre o aumento da secreção de suor (superfície da pele – glândula sudoríparas). Desse modo, torna-se importante o resfriamento do corpo por evaporação.
Sendo assim, a estimulação da área pré-óptica (parte anterior do hipotálamo) estimula a sudorese.
Portanto, o aumento da intensidade da sudorese em climas frios, gera intensidade de produção de suor nula. No entanto em climas quentes a produção máxima de suor chega a um litro/hora.

Mecanismos da regulação da temperatura corporal

Glândula sudorípara

Porção espiralada profunda, secreta o suor. Sendo assim, a porção ductal, dirige-se até a superfície da pele. Logo, a porção secretora da glândula sudorípara. Desse modo, secreta-se um líquido, asecreção precursora.
Os constituintes desse líquido são modificados à medida que ele flui através do ducto. No entanto, a secreção precursora é um produto secretor ativo das células epiteliais que revestem a porção espiralada das glândulas sudoríparas. Portando, as fibras nervosas simpáticas colinérgicas (acetilcolina) desencadeiam a secreção.

Perda de cloreto no suor

Baixa secreção de suor: baixa concentração de sódio e cloreto do suor – íons reabsorvidos no ducto antes de atingir a superfície.
Alta secreção do suor: altas concentrações de cloreto de sódio – não ocorre reabsorção acentuadamente aumentando níveis desses íons no suor.
O efeito da aldosterona sobre a perda de sódio no suor. Sendo assim, a aldosterona aumenta a reabsorção ativa de sódio pelo ducto. Desse modo, o cloreto em função da atração elétrica é também
reabsorvido. Portanto, a importância de minimizar a perda de cloreto de sódio no suor quando a concentração sanguínea desses íons se encontra baixa.

Regulação propriamente dita

A temperatura do corpo é regulada por mecanismo de controle nervoso por feedback. Portanto, através de um centro termorregulador localizado no hipotálamo.

Receptores de temperatura

Atuam como detectores que determinam quando a temperatura corporal se torna quente ou fria.
Portanto, temos receptores sensíveis ao calor (área pré-óptica do hipotálamo).
Temperatura alta: aumento dos impulsos nervosos.
Temperatura baixa: diminuição dos impulsos nervosos.

Receptores de temperatura na pele

Receptores do frio e do calor. Sendo assim, transmitem impulsos nervosos da medula espinhal para a região hipotalâmica.

Receptores em outras áreas corporais

Transmitem sinais (principalmente do frio). Portanto, conduzem do sistema nervoso central, ajuda a controla a temperatura corporal.

Portanto, gurunauta, se esta afim de conhecer mais sobre a fisiologia humana, não deixe de acompanhar nosso blog. Pois nessa seção, você verá imagens e assuntos pouco abordados em sala de aula, que vão te auxiliar na sua vida acadêmica. Te espero aqui, mete bronca!!

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!