Resposta fisiologica: Altas altitudes

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Venha saber por meio desse post como funciona a resposta fisiologica do corpo em altas altitudes.

Pessoa em alta altitude
Pessoa em alta altitude. Fonte: Internet.

Resposta fisiológica: Implicações

Ilustração de resposta fisiológica.
Ilustração de resposta fisiológica. Fonte: Unifesp.

Você sabia que a permanência do ser humano em altas altitudes implica em uma série de alterações corporais, as quais implicam diretamente em sua sobrevivência.

Imediatamente, isso se determina porque ocorre dessa forma uma série de alterações fisiológicas em decorrência de pouca oferta de oxigênio. E, esse processo se define por ocorrência do que se define como aclimatação no qual ocorre variação de exposição e também do nível de altitude em si.

Simultaneamente essa questão é implicada por meio de algumas alterações que implicam diretamente em alguns problemas de saúde que se relacionam a diminuição significativa de oxigênio.

Contextualização:

Por outro lado, é de conhecimento geral que quando a pessoa que reside a nível do mal viaja para locais de grande altitude gera-se efeitos fisiológicos em detrimento de diminuição de barreira de barométrica.

Em síntese, temos que esse efeito ainda sofre em decorrência de tempo de exposição ao ambiente, e também em detrimento de altitude em si. Sendo que em nível do mar ocorre cerca de 20,93% de O2.

Da mesma forma, basicamente as alterações são em decorrência de pouca oferta de O2. Consequentemente, essa pouca oferta passa a comprometer diversas funções do organismo como todo o sistema cardiovascular, o respiratório, e também o sistema muscular e cerebral.

Hipoxia Hipobárica:

Tem se como hipóxia a diminuição de quantidade de aporte como O2 o qual rege aos tecidos o sangue, por meio disso, essa é definida de modo direto pela queda de PaO2, definida por se encontrar em altas altitudes.

Isso ocorre porque essa exposição a altas altitudes gera um aumento definitivo de frequência respiratória a qual influencia diretamente no volume de corrente.

O qual se caracteriza por meio de resposta de ordem fisiológica, na qual se ativa quimiorreceptores de modo periférico induzindo a hipóxia.

Por meio disso, há grande aumento de variação de O2 no qual ele aumenta cerca de 2 a 5 vezes em decorrência do ciclo de ventilação.

Substrato energético:

Antecipadamente, é necessário validar que o glicogênio é o principal substrato de ordem energética, e desse modo, é ele que se ativa quando se realiza um exercício em alta altitude. O qual se estabelece por meio de ATP por litro de O2.

Diante disso, essa produção de energia em decorrência de realizar o exercício em alta altitude. Define-se por utilização de ácido graxo, o qual se utiliza por meio de possuir ritmo mais lento de oxidação.

Resposta fisiologica: Adaptação:

Desde já a adaptação decorre de variação de efeitos, juntamente como a individualidade biológica do individuo. E, diante disso, é necessário que esse sofra uma média de adaptação.

Por exemplo, os jogadores de futebol passam cerca de alguns dias antes na cidade de altas altitudes nas quais eles vão jogar, já que isso possibilita que eles acompanhem o ritmo daquele local e possam se adaptar.

Gostou do conteúdo? Fique tranquilo, que temos mais!

Saiba mais por meio dos artigos:

https://www.scielo.br/j/rbp/a/RT8xLjp5NPZHHVzfFK7cVDg/?lang=pthttps://www.efdeportes.com/efd129/efeitos-da-exposicao-a-altitude-no-desempenho-fisico.htm

Da mesma forma, leia também mais conteúdos redigidos por mim no blog:

https://blog.meuguru.net/formam-as-cicatrizes/

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!