Risco cirúrgico pré-operatório

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Risco cirúrgico pré-operatório

Toda cirurgia possui um risco. Desse modo, o pré-operatório é essencial para medir o risco cirúrgico, sendo uma etapa muito importante.

Mas como funciona?

Bem, essa etapa consiste numa antecipação da operação, onde o médico obtém informações sobre o paciente para evitar futuras complicações durante e após a cirurgia. 

Logo, ao se determinar os riscos durante o pré-operatório, aumenta a chance de contornar possíveis fatalidades. Portanto, é muito importante ter em mente que nem todos os pacientes realizando os exames periodicamente, acabando só descobrindo os problemas na hora do risco cirúrgico.

Por isso, como responsável da área da saúde é imprescindível observar o pré-operatório como uma etapa fundamental para qualquer procedimento. Atualmente, é considerado um processo obrigatório, independente da cirurgia.

Mas o que é o risco cirúrgico?

Primeiramente, devemos entender que o risco cirúrgico é a avaliação do estado clínico completo, atualizando o paciente de quadro.

Portanto, alguns dados influenciam diretamente o risco círurgico, como:

  • avaliação do estado clínico completo;
  • idade do indivíduo;
  • histórico de doenças;
  • problemas crônicos;
  • idade;
  • e outras características (como medicamentos) que são consideradas na operação.

Então, esse procedimento pré-operatório, as chances de um problema fatal ou sequelas são muito menores. Apesar de nem todos os pacientes precisarem passar por exames laboratoriais, esses são fundamentais para fornecer informações que indicam possíveis problemas como anemia, falta de vitaminas, entre outros.

Como se determina o risco cirúrgico pré-operatório?

Em resumo, o risco cirúrgico pré-operatório é feito através da avaliação do estado clínico do paciente antes da cirurgia, sendo calculado com base em escalas e padrões aprovados por sociedades médicas.

Ainda mais, a avaliação sofre influência de:

  • fatores relacionados à idade;
  • doenças crônicas;
  • histórico familiar do paciente
  • e características do procedimento cirúrgico

Portanto, a determinação do risco cirúrgico é parte da avaliação pré-operatória completa e eficiente.

Mas como é essa avaliação?

Ela é realizada através da Anamnese, exames físicos, de diagnóstico e laboratorial.

Entretanto, a avaliação pré-operatória nem sempre é recomendada. Por exemplo, em pacientes com menos de 40 anos, sem sintomas, doenças crônicas ou histórico de patologias graves, que irão realizar procedimentos simples.

Neste cenário, testes com resultados normais ou dentro da tolerância são desnecessários. Consequentemente, antes de fazer qualquer pesquisa, é necessário levar em consideração a relação custo-benefício.

Dependendo do estado do paciente, qualquer alteração nos resultados pode provocar preocupação e estresse, mesmo que não seja sinal de patologia. E esse estresse pode interferir no resultado após a operação, prolongando o tempo de recuperação e internação do paciente.

Benefícios de estabelecer

A importância dos riscos cirúrgicos pré-operatórios na prevenção está na avaliação do risco cirúrgico, para reduzir a chance de morte e complicações após a cirurgia.

Também é necessário reduzir potenciais ameaças durante a operação, principalmente se o paciente pertencer a grupos de risco.

Mas é preciso cautela antes de solicitar exames que vão além da história e do exame físico. Os pacientes que realmente se beneficiam desses testes são aqueles com fatores de risco, sintomas ou histórico que aumenta a possibilidade de doença. Em geral, a avaliação clínica antecede a cirurgia, podendo haver necessidade de outros exames.

Dependendo da gravidade da operação muitas vezes são necessários exames simples, principalmente os que monitoram o sistema cardiovascular, formado pelo coração e pelos vasos sanguíneos, o sistema cardiovascular é o mais estressado durante os procedimentos cirúrgicos e, por isso, deve estar em boas condições. Exemplo oposto, o médico solicitante poderá remarcar ou cancelar a cirurgia para não colocar em risco a saúde do paciente.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!