Síndrome de Sjogren

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Síndrome de Sjogren

Você já ouviu sobre a síndrome de Sjogren? Essa doença é mais comum do que parece, porém pouco conhecida. Saiba mais!

O que é a síndrome de Sjogren?

Primeiramente, a síndrome de Sjögren é uma doença autoimune crônica que afeta principalmente as glândulas salivares e lacrimais, causando uma diminuição na produção de saliva e lágrimas. Desse modo, a doença afeta também outros órgãos, como os pulmões, o fígado e os rins.

Entretanto, a causa exata da síndrome de Sjögren não é conhecida, mas acredita-se que seja uma combinação de fatores genéticos e ambientais. A doença está ligada a inflamação das glândulas exócrinas, que são responsáveis pela produção de saliva e lágrimas. Isso pode levar a uma série de sintoma.

Assim também, a síndrome de Sjögren possui duas formas principais: primária e secundária. Na forma primária, é possível diagnosticar a síndrome em pacientes que não apresentam outras doenças autoimunes, enquanto que na forma secundária, diagnostica a síndrome em pacientes que já têm uma outra doença autoimune, como lúpus ou artrite reumatoide.

Porém, a síndrome de Sjögren não tem cura, mas o tratamento pode ajudar a aliviar os sintomas e prevenir complicações. O tratamento pode incluir medidas para aumentar a produção de saliva e lágrimas, como o uso de medicamentos estimulantes, e terapias para controlar a inflamação, como corticoides e imunossupressores. O acompanhamento com um profissional de saúde qualificado é fundamental para o tratamento e para o controle da doença.

Mas o que é uma doença autoimune crônica?

Em resumo, a doença autoimune crônica é um tipo de condição em que o sistema imunológico do corpo ataca erroneamente as células e tecidos saudáveis, em vez de atacar apenas os invasores estranhos, como bactérias e vírus. Então, normalmente, o sistema imunológico é responsável por proteger o corpo contra esses invasores e outras ameaças à saúde, mas nas doenças autoimunes, ele ataca os próprios tecidos do corpo, causando inflamação e danos.

Sintomas da Síndrome de Sjogren

A síndrome de Sjögren pode apresentar diversos sintomas, que podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sintomas mais comuns da síndrome de Sjögren incluem:

  • Boca seca (xerostomia)
  • Olhos secos (xeroftalmia)
  • Dificuldade em engolir ou falar
  • Aumento da sensibilidade à luz
  • Ressecamento de outras mucosas, como nariz e vagina
  • Dor nas articulações e nos músculos
  • Fadiga
  • Inchaço das glândulas salivares e/ou lacrimais
  • Infecções frequentes, especialmente nas vias respiratórias e nos olhos
  • Rouquidão
  • Coceira nos olhos ou sensação de corpo estranho
  • Problemas de dentição e cáries frequentes
  • Pele seca ou com coceira
  • Problemas de memória e concentração
  • Sensação de fraqueza muscular
  • Perda do paladar e do olfato
  • Má digestão e refluxo
  • Mudanças na cor e textura da língua
  • Candidíase oral (sapinho)

Portanto, é importante lembrar que os sintomas da síndrome de Sjögren podem ser semelhantes aos de outras doenças, por isso é fundamental que o diagnóstico seja feito por um profissional de saúde qualificado.

Diagnóstico

Também, o diagnóstico da síndrome de Sjögren pode ser desafiador, pois muitos dos sintomas da doença são comuns a outras condições médicas. No entanto, há alguns critérios que os médicos usam para ajudar a determinar se uma pessoa tem síndrome de Sjögren, incluindo:

  • Sintomas de boca seca e olhos secos que duraram mais de três meses;
  • Achados de exame físico, como glândulas salivares inchadas ou a presença de olhos secos e inflamados;
  • Exames de sangue que mostram níveis elevados de certos anticorpos (como o fator reumatoide e o anticorpo antinuclear);
  • Testes que medem a produção de saliva e lágrimas;
  • Biópsia de glândulas salivares, que pode mostrar evidências de inflamação e danos nas células.

Portanto, os médicos podem usar uma combinação desses métodos para fazer o diagnóstico de síndrome de Sjögren. Também é importante que o diagnóstico seja feito por um profissional de saúde qualificado, como um reumatologista ou um oftalmologista, que tenha experiência em tratar a doença.

Tratamento

Por fim, otratamento da síndrome de Sjögren é voltado principalmente para o alívio dos sintomas, pois não há cura para a doença. Alguns tratamentos comuns incluem:

  • Lubrificação dos olhos com colírios e uso de óculos de proteção contra a luz;
  • Uso de saliva artificial, gomas de mascar sem açúcar e outros produtos para aliviar a boca seca;
  • Medicamentos imunossupressores ou anti-inflamatórios, como hidroxicloroquina e corticosteroides, para tratar inflamações sistêmicas ou de órgãos específicos;
  • Terapia com medicamentos que estimulam a produção de saliva e lágrimas;
  • Antibióticos, se houver infecção associada;
  • Fisioterapia para melhorar a mobilidade das articulações afetadas;
  • Aconselhamento nutricional e odontológico para prevenir cáries e outras complicações bucais;
  • Tratamentos alternativos, como acupuntura e hipnose, para ajudar a controlar os sintomas.

Desse modo, é importante ressaltar que o tratamento da síndrome de Sjögren é personalizado e depende da gravidade dos sintomas e do envolvimento de órgãos e sistemas. Por isso, é fundamental que o tratamento seja feito sob a supervisão de um profissional de saúde qualificado, como um reumatologista.

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!