Superlua: A beleza da grande lua no céu

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A superlua é um dos fenômenos mais belos e elegantes que pode ser visto no céu. Decerto, no dia 1 de agosto de 2023 fomos agraciados com esse magnífico fenômeno onde temos a percepção visual de que a lua aparece nos céus com um tamanho consideravelmente maior. Entretanto, você sabe qual a causa desse efeito da natureza?.

Decerto, nosso universo guarda diversos segredos e várias belezas próprias a sua formação. Nesse sentido, percebemos que esse fenômeno é a manifestação a nós de uma dessas propriedades. Portanto, nada mais justo que nós dá MeuGuru trazermos a você um artigo específico sobre as superluas. Então, nesse artigo vamos explorar um pouco sobre a origem e características do nosso satélite natural, a lua, e ainda vamos te explicar de forma simples e direta o que é a superlua e quando você poderá ver esse belíssimo evento dos céus novamente.

Entendendo um pouco sobre a lua

De início, vamos começar a nos debruçar sobre a lua. Com efeito, a lua é um corpo celeste que vive em nossa galáxia, a Via Lactea, em verdade ela é o único satélite natural do planeta terra e orbita em torno do nosso planeta. Ademais, esse corpo celeste possui diversas influências diretas sobre nosso planeta, como determinar o comportamento das marés e inclusive o comportamento de “iluminar” nossas noites.

Decerto, o fato da lua estar em nossa órbita faz com que haja uma interação da gravidade da lua com a gravidade da terra. Dessa forma, a medida que nosso planeta executa o movimento de rotação em torno do seu próprio eixo temos uma contínua alteração nessa força gravitacional. Assim, isso faz com que durante o período da noite as marés sejam mais altas devido ao efeito de maré provocado por esse corpo celeste.

Por outro lado, citamos ainda sua capacidade de “iluminar” a noite. Entretanto, aqui estamos sempre colocando aspas na palavra iluminar e isso ocorre por que a Lua não é um corpo possuidor de luz. Assim, na verdade a luz que temos a noite é, na verdade, provida pelos sol, todavia, ela chega aos nossos céus devido a reflexão que sofre ao incidir sobre a luz e vir até nosso planeta.

Fases da lua

Uma característica muito interessante da luz é com respeito as suas fases. Decerto, as fases lunares ou simplesmente fases da luz são períodos que representam o ciclo lunar que dura aproximadamente 29 dias. Com efeito, essas fases são 4 e correspondem a posição da lua relativamente a Terra e ao Sol. Em particular, as quatro fases são.

  1. Lua Nova. Com efeito, a Lua Nova ocorre quando a Lua está alinhada entre a Terra e o Sol. Nessa fase, a face iluminada da Lua está voltada para longe da Terra, tornando-a praticamente invisível a olho nu.
  2. Quarto Crescente. Após a Lua Nova, a parte iluminada da Lua começa a crescer gradualmente. Durante o Quarto Crescente, apenas metade do lado visível da Lua está iluminada. Essa fase é chamada de Quarto Crescente porque a Lua parece estar em forma de uma fatia crescente.
  3. Lua Cheia. Decerto, a Lua Cheia ocorre quando a Terra está entre a Lua e o Sol, alinhados nessa ordem. Nessa fase, a face inteira da Lua voltada para a Terra está iluminada pelo Sol, fazendo com que a Lua pareça cheia e brilhante no céu noturno.
  4. Quarto Minguante. Por fim, após a Lua Cheia, a parte iluminada da Lua começa a diminuir gradualmente. Durante o Quarto Minguante, apenas metade do lado visível da Lua está iluminada, mas agora é a metade oposta à do Quarto Crescente.

A superlua explicada

Então, tendo em vista que os movimentos de rotação da terra em torno do seu eixo e de translação em torno do sol ocasionam em mudanças relativas da posição da lua frente ao sol e a terra é de se esperar que alguns fenômenos ocorram com relação a esse corpo. Decerto, nesse sentido o fenômeno da superlua é um grande destaque da astronomia.

Com efeito, a Superlua é um fenômeno natural que ocorre quando a Lua está em sua fase de Lua Cheia ou Lua Nova e está no ponto mais próximo da Terra em sua órbita elíptica. Assim, em decorrência da órbita da Lua ser ligeiramente elíptica, em alguns momentos ela se encontra em seu ponto mais próximo da Terra.

Então, quando a Lua Cheia ou Lua Nova coincide com o ponto mais baixo, temos o que chamamos de Superlua. Nesse momento, a Lua pode parecer até 14% maior e 30% mais brilhante do que em uma Lua Cheia ou Lua Nova em seu apogeu. Ou seja, em verdade, não é que temos uma lua maior mas sim que vemos a lua muito mais próxima de nós e temos uma ilusão de que seu tamanho está suficientemente maior.

Quando o fenômeno da superlua ocorre ?

Assim, certamente a Superlua é um evento que desperta interesse e curiosidade, pois oferece uma oportunidade para observar a Lua em uma aparência mais próxima e intensa. Logo, esse é um fenômeno visualmente impressionante para os observadores terrestres e pode proporcionar belas oportunidades para fotografia e apreciação da natureza celeste.

Nesse sentido, destacamos que na data de 1 de agosto de 2023 tivemos a ocorrência desse fenômeno astronômico. Assim, vários amantes da astronomia e dos corpos celestes tiveram a possibilidade de registrar fotografias elegantes e belas desse astro magnífico. Em particular, a Figura 1 a seguir é um dos registros da superlua na Itália na cidade de Cecília.

Imagem da superlua registrada na Cecília.
Figura 1. Imagem da superlua registrada na Cecília.

Entretanto, dado ao fato desse fenômeno estar ligado diretamente com fases da lua e com o movimento de translação da terra e da posição relativa da lua no sistema terra sol é imediato que tenhamos a noção de que esse fenômeno é quase periódico, mais exatamente, ele irá repetir-se. Em suma, os estudos astronômicos nos dizem que podemos esperar uma Superlua a cada 13 meses e 18 dias, o que equivale a cerca de uma vez por ano.

No entanto, a frequência exata pode variar. Algumas vezes, podem ocorrer duas Superluas consecutivas em meses consecutivos, enquanto em outros períodos pode haver intervalos mais longos entre as Superluas. Todavia, para você amante da astronomia saiba que nesse ano de 2023 teremos a ocorrência de quatro superluas que ficam dispostas nas seguintes datas

  • 21 de janeiro de 2023, às 05h55min — Lua Nova
  • 20 de fevereiro de 2023, às 04h07 — Lua Nova
  • 1º de agosto de 2023, às 3h32 — Lua Cheia
  • 30 de agosto de 2023, às 22h36 — Lua Cheia.

Referências

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!