Supermalha

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Uma supermalha em um circuito se caracteriza quando colocamos uma fonte de tensão ou uma fonte de corrente entre dois nós de um circuito elétrico.

Existe uma supermalha quando uma fonte de corrente está entre duas malhas essenciais, de modo que para tratamos o circuito como se a fonte de corrente não estivesse ali, assim produz uma equação que incorpora as duas correntes de malha.

Portanto, quando a fonte de tensão está conectada entre dois nós, sendo que nenhum deles é de referência (terra), isso forma o chamado SUPERNÓ.

Supermalha representada por um supernó

O que o supenó nos informa? Que v2– v3=5V.

Vamos fazer esse exemplo? Olha só o procedimento:

I) Identificar os nós e super nós.

II) Identificar as correntes que circulam pelos resistores do circuito, de modo que:

Circuito de uma supermalha

III) Percebemos que a tensão V1 =10V, pois a fonte fica entre o nó 1 e o nó de referência sem nenhum resistor

IV) Aplicando a LCK para o supernó do circuito acima, consideramos que tanto o nó 2 quanto o nó 3 são a mesma coisa:

i1+i3=i2+i4

V) Escrevendo as correntes em função das tensões nodais e substituindo na equação acima:

equação da supermalha

VI) Como já falamos, a informação que o supernó dá é sobre os nós 2 e 3:

v2-v3=5V

VII) Substituir as tensões na equação:

VIII) Assim, substituindo em v2-v3=5V:

v2=10,4V

Desta forma, quando temos uma supermalha ou um supernó, se utilizarmos as equações de vínculo para relacionar as incógnitas do circuito, indubitavelmente temos um trabalho bem menor para resolver o circuito elétrico.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!