Trombose: Saiba a respeito

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A patologia, descrita como o ramo da ciência da saúde que estuda as alterações no corpo humano decorrentes de alguma doença. Desse modo, o desequilíbrio na homeostase é causada devido a alterações a nível celular. Sendo assim, a patologia nos permite compreender as modificações presentes em tecidos, órgãos, sistemas e líquidos presentes no organismo. Portanto, exige um bom conhecimento em anatomia, fisiologia, bioquímica e farmacologia, visto que é uma área multidisciplinar. Logo, nesse artigo veremos mais sobre a trombose que ocorre em nosso organismo.

Conceito de hemostasia

É um processo rigorosamente controlado, que mantém o sangue em um estado fluido e livre de coágulos nos vasos normais. Sendo assim, também induz a rápida formação de um tampão hemostático localizado onde há lesão vascular.

Conceito de trombose

É a forma patológica de hemostasia. Desse modo, ela envolve a formação de coágulos sanguíneos (trombos) em vasos que não foram danificados. Logo pode ocorrer a oclusão de um vaso por um trombo após uma lesão relativamente leve. 

Portanto, três influências primárias estão envolvidas na formação do trombo (chamadas Tríade de Virchow).

  • Lesão Endotelial;
  • Estase ou turbulência do fluxo sanguíneo;
  • Hipercoagulabilidade do sangue 

Lesão Endotelial

As células endoteliais podem ser estimuladas pela lesão direta ou através de diversas citocinas que são produzidas durante a inflamação. Desse modo, tal estimulação resulta na expressão de proteínas coagulantes que contribuem para a formação localizada de trombos. Sendo assim, a perda da integridade endotelial expõe fatores coagulantes e o colágeno da membrana basal. Logo, os substratos para a agregação plaquetária e formação de trombos. Portanto, qualquer distúrbio no equilíbrio dinâmico entre as atividades pró-trombóticas e anti-trombóticas do endotélio pode influenciar eventos locais de coagulação.

Alterações no fluxo sanguíneo favorecendo a trombose

A turbulência contribui para a trombose arterial e cardíaca causando lesão ou disfunção endotelial. Sendo assim como pela formação de contracorrentes e bolsões locais de estase. Desse modo, a estase é um importante contribuinte para o desenvolvimento de trombos venosos. O fluxo sanguíneo normal é laminar. Portanto, permite que as plaquetas fluem no meio da luz do vaso, separadas do endotélio por uma zona mais clara e lenta de plasma. 

Então por conseguinte, a Estase e a Turbulência:

  • • Alteram o fluxo laminar, permitindo que as plaquetas entrem em contato com o endotélio.
  • • Evitam a diluição dos fatores de coagulação, que são ativados pelo fluxo de sangue fresco.
  • • Retardam a chegada de inibidores da coagulação, permitindo a formação de trombos.
  • • Promovem a ativação das células endoteliais, resultando em trombose local, adesão plaquetária e etc.

Hipercoagulabilidade

Caracterizada como qualquer alteração nas vias de coagulação que predispõe à trombose e pode ser dividida em:

Decorrentes primárias (genéticas) – mutação no fator V de Leiden e no gene da Protrombina, deficiência de Proteínas C e S.

Decorrentes secundários (adquiridos) – repouso prolongado,  lesão tecidual, tumores malignos, anticoncepcional oral, etc.

Tipos de trombose

Acerca do conhecimento da trombose, a mesma pode ser classificada em:

Trombose Venosa (Flebotrombose): podendo ocorrer em veias superficiais ou profundas. As tromboses superficiais podem causar congestão, edema e dor ao longo do trajeto da veia envolvida. Os trombos profundos são mais graves e podem dar origem a êmbolos.

Trombose Cardíaca e arterial: a aterosclerose é o principal desencadeador de trombose, pois está associada a perda da integridade do endotélio e fluxo anormal. Além das consequências obstrutivas, os trombos cardíacos e aórticos também podem dar origem a êmbolos periféricos. Teoricamente qualquer tecido pode ser afetado, mas o cérebro, rins e baço são alvos importantes por causa do grande volume do seu fluxo sanguíneo.

Portanto, gurunauta, se esta afim de conhecer mais sobre a patologia geral, não deixe de acompanhar nosso blog. Pois nessa seção, você verá imagens e assuntos pouco abordados em sala de aula, que vão te auxiliar na sua vida acadêmica. Te espero aqui, mete bronca!!

Outros Artigos

biologia-o-que-mais-cai-no-enem.
Atualidades

Biologia o que mais cai no ENEM?

Biologia no Enem é um tema bastante amplo e possui um peso significativo na prova e merece total atenção. Descubra como gabaritar aqui!

Derivadas é a análise de taxas de variação. Quando calculamos a derivada de uma função em um ponto específico
Engenharias

Derivadas: Pontos críticos

Derivadas é a análise de taxas de variação. Quando calculamos a derivada de uma função em um ponto específico.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!