Virologia: Conhecendo os vírus

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A virologia é o estudo dos vírus, responsável pela sua detecção, caracterização e classificação. É uma ramificação importante de outra ciência que estuda os seres microbiológicos, a microbiologia. Desse modo, o conhecimento acerca dos vírus é muito importante visto que eles podem causar doenças severas. As patologias causadas por esses seres microscópicos podem levar ao caos na saúde pública, tal como a pandemia do COVID-19.

Os menores seres

Os vírus são seres simples, pequenos, considerados seres vivos ou não. Sendo assim, alguns vírus são tão minúsculos que chegam a ser menores do que o ribossomo. Desse modo, por causar diversas, doenças,vírus são considerados parasitas intracelulares obrigatórios. Portanto, todos os vírus apenas causam malefícios visto que ate hoje nunca foi documentado um benefício.

Morfologia viral

Os vírus, possuem uma particularidade bem peculiar pois o mesmo sendo considerado por alguns estudiosos como ser vivo, esses são seres acelulares. Formado principalmente por material genético e proteínas. No entanto, a proteína que forma o vírus tem função morfológica pois tem a capacidade de moldar o envoltório protetor, o capsídeo.

Envoltório dos vírus

No entendimento viral, o capsídeo tem por finalidade proteger o material genético contido no interior do vírus. Entretanto, os vírus possuem a característica de possuir apenas um tipo de material genético em virtude de possuir pouco espaço em seu interior ultra microscópico. Sendo assim, posso encontrar nesse ser microscópico o ácido desoxirribonucleico (DNA) ou o ácido ribonucleico, o RNA. Logo, podemos encontrar uma enorme variação de material genético viral, tais como: fita dupla de DNA ou RNA, ou simplesmente uma fita simples. Portanto, com essas características de teor genético, os mesmos são classificados quanto ao material genético.

Contudo, alguns vírus ainda possuem em sua morfologia peculiar, a presença de um composto formado por carboidratos, proteínas e lipídios, chamado de envelope. Essa estrutura bastante semelhante a membrana plasmática dos seres celulares tem origem da membrana do hospedeiro. Os vírus que possuem em sua constituição o envelope, são conhecidos como envelopados ou encapsulados.

Diferentes envoltórios virais, fonte: https://twitter.com/mellziland/status/1338976235582611457.

Reprodução dos vírus

Acerca do conhecimento viral, os mesmos para se reproduzirem, obrigatoriamente necessitam do hospedeiro. Desse modo, não possuindo as enzimas e proteínas obrigatórias para reprodução, adquirem das suas vítimas o material necessário para sua reprodução. Portanto, posso afirmar que caso não parasite algum hospedeiro, o mesmo apenas se torna uma casca para o material genético.

Os seres microscópicos se reproduzem de formas bastantes variadas. Contudo, todos passam por etapas básicas do processo reprodutivo. Sendo assim, elencarei as etapas básicas da reprodução viral.

Adsorção, é a etapa a qual forma-se associação entre a célula do hospedeiro e o parasita.

Desnudamento, é o processo o qual o material genético viral é liberado ao interior da célula do hospede.

Biossíntese, é a etapa que consiste na duplicação do material genético e formação do capsídeo.

Morfogênese, é o processo que consiste na organização do material genético e das estruturas que forma do capsídeo.

Liberação, é a etapa na qual ocorre a liberação viral e consequente lise celular do hospedeiro. Se o parasita for do tipo envelopado, esse processo é denominado de brotamento.

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!