Bioquímica médica: Elucidando a patologia

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

A bioquímica é ciência que analisa as reações químicas associadas a biologia. Com o conhecimento metabólico, e outras diversas reações que veremos mais adiante, a bioquímica aplicada a medicina nos permite conhecer os processos fisiopatológicos. Assim, como esse entendimento acerca dessa matéria surge uma ramificação desse estudo, a bioquímica médica.

Você pode relembrar os conceitos iniciais, acessando este artigo: https://blog.meuguru.net/bioquimica-o-porque-do-seu-estudo/.

Estudando a bioquímica médica

            Além disso, o discernimento acerca dos processos bioquímicos, é importante para o desenvolvimento de novas drogas de uso clínico. Sendo assim, a bioquímica médica possui uma íntima relação com a patologia, que nos permite entender como as doenças ocorrem. Portanto, é possível declarar que a bioquímica é fundamental na formação do médico visto que será uma aliada em toda carreira clínica. Contudo, alguns alunos da área da saúde não conseguem compreender e associar as aplicabilidades no exercício da profissão.

            O estudo a respeito da bioquímica médica é altamente complexo, necessitando muitas horas de dedicação a ciência básica. Primeiro, deve-se buscar o entendimento proveniente de todo o ciclo básico abordado no primeiro semestre do curso. Logo, com esse conhecimento relevante, o discente poderá assimilar com maior grau de facilidade, assuntos associados a bioquímica médica.

Fatores presentes na bioquímica médica

            É fato que a multidisciplinaridade é bastante comum na área da saúde visto que diversas disciplinas andam em conjunto. Assim, devido aos processos multifatoriais, as doenças podem ter origem não apenas por uma causa, mas sim por diversos fatores que estão prejudicando a homeostase. Logo, considero que as doenças tem origem unifatorial e/ou multifatorial, e são investigadas pela bioquímica médica.

Unifatorial

            Uma doença unifatorial, causada por um único fator, de modo que apenas uma razão que a desencadeia. Sendo assim, um exemplar desta categoria patológica, é a osteoporose, caracterizada pela falta de densidade óssea. Logo, essa deficiência é ocasionada por uma baixa quantidade de cálcio na corrente sanguínea.

Multifatorial

Um exemplo de doença multifatorial que posso citar, a aterosclerose, que é uma patologia causada pelo acúmulo de placa de gordura nos vasos sanguíneos. Esse aumento deve-se ao fato da má alimentação associado a falta de exercício físico ou sedentarismo ou ainda de causas genéticas.

Métodos na bioquímica médica

Tendo em vista que diversos fatores podem ser correlacionados, é necessário investigação desses agentes causadores de moléstias. Sendo assim, a apuração pode ocorrer através de dois meios: o invasivo e o não invasivo. Ambos os métodos são seguros, práticos e com alto poder de diagnóstico afim de elucidar o que está acontecendo no organismo.

Método invasivo

O método invasivo, realizado com o auxilio de instrumento médico ou cirúrgico empregado na obtenção de amostra que necessite adentrar o tecido. O objeto que posso citar e que é o mais comum utilizado na clínica ou em ambiente cirúrgico controlado é a seringa com agulha. Sendo assim, o utensílio é bastante utilizado para coleta de líquidos, como: sangue, urina e fluidos articulares. Logo, falhas podem acontecer, portanto, esse procedimento deve ser realizado por um profissional altamente capacitado.

Método não invasivo

Já o método não invasivo ocorre por método que não necessita a penetração do tecido afim de obter-se a amostra para o diagnóstico. O procedimento realizado através de equipamentos de imagem médica como: ultrassom, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Os principais achados com relevância médica são os cistos, tumores, lesões musculares e edemas.

Associando os métodos

Contudo, a depender da amostra solicitada afim de elucidar o caso diagnóstico do paciente, pode-se combinar os dois métodos. Assim, o fragmento tecidual obtido com maior nível de segurança e qualidade. Desse modo, posso citar a técnica de aspiração por agulha fina (APAF), um procedimento que utiliza a seringa guiada por ultrassom.

Portanto, fique por dentro do nosso blog e adquira o melhor conhecimento!

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!