Por que temos cãibras?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Venha por meio desse post entender como ocorre as caibrãs, e saber como funciona o nosso organismo.

Ei, você que esta lendo, com todo certeza em algum momento da vida já sentiu cãibras.

Mas, por que isso ocorre?

Então, essas se determinam como contrações de modo involuntário, as quais acabam sendo muito dolorosas para quem sente como um todo.

Caibrãs: Onde ocorrem?

As caibrãs ocorrem no musculo estriado, e por isso são recorrentes na musculatura posterior por meio disso, gera-se determinações na perna, podendo se espalhar para coxa, pé, braço, pescoço, e abdômen.

Mas, por que ocorrem?

Normalmente, ocorrem por dois motivos, sendo que podemos definir como o ácido lático o qual se produz por meio de organismo com a realização de queima de glicose em atividades físicas.

Já no segundo motivo, esse ocorre por meio de desequilíbrio de um sal mineral o qual se faz com a presença aos músculos.

E, por meio disso há um ritmo intenso, o qual por meio do suor elimina eletrólitos que a pessoa elimina.

Porém o sódio, potássio, íons são indispensáveis no que tange as fibras musculares. Por meio disso, inicialmente há a ocorrência de fisgadas as quais se validam por contrações de modo rápido sem que ocorra o relaxamento.

Quais são as causas?

As causas das caibrãs se determinam como de ordem característico, o qual é muito fácil de realizar o reconhecimento. Diante disso, pode ocorrer de modo súbito, persistindo por alguns segundos ou alguns minutos.

Desse modo, ocorre o seu desaparecimento logo em seguida. E, desse modo, há sintomas que tangem a espasmo de ordem muscular de razão súbita, o qual se determina como fisgada no musculo da perna.

Há ainda dor muscular intensa, juntamente com as contrações rápidas de todos os músculos, os quais se associam ao caroço temporário sob a pele.

Com isto, não há de fato um tratamento efetivo, visto que ha diversas causas desse mal. Por meio disso, é necessário que ocorra a real recomendação de relaxamento do musculo.

Em razão disso, deve-se evitar o alongamento e também a realização de mais força já que isso pode provocar de modo direto lesões ao musculo.

Caibrãs: Como evitar ?

Sabe quando a sua avó te recomenda a comer banana? Então, ela tem razão! Escute ela, hein?

Sabe por que?

A banana possui potássio que atua bastante juntamente com o magnésio, cálcio e demais necessidades. Por meio disso, há ainda a necessidade de realizar alongamentos depois de praticas esportivas, juntamente com evitar atividade física após refeições.

Além disso, quando você ja ficou muito tempo em uma posição já sentiu a perna ficar com caibrãs? Se, sim. Então!

Sabe o que você deve fazer? Ajustar sua posição para que você possa deixar o sangue circular no seu corpo, de modo a possibilitar que não ocorra a caibrã diretamente.

Venha saber mais por meio do artigo:

GUARINO, H. et al. CÃIBRAS MUSCULARES: UMA ABORDAGEM PRÁTICA EM TRÊS PASSOS MUSCLE CRAMPS: THREE-STEPS APPROACH TO DIAGNOSIS. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research -BJSCR BJSCR, v. 23, n. 2, p. 2317–4404, 2018.

‌Link: https://www.mastereditora.com.br/periodico/20180704_092137.pdf

Outros Artigos

Saiba-mais-sobre-Bioquímica
Bioquímica

Saiba mais sobre Bioquímica

Saiba mais sobre a bioquímica e descubra como o estudo dos processos químicos abrangem um enorme campo de investigação.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!