Remédio para concentração nos estudos: o que é?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Cada vez mais vemos estudantes em busca de algum remédio para concentração nos estudos. De fato, com o avanço nas mídias e na era da informação cada vez mais os estudantes são cobrados em provas, testes, vagas para estágios e afins. Nesse sentido, a busca por saídas e alternativas que consigam fornecer aos mesmos possibilidades de atingir seus objetivos sem o esforço e dedicação nos estudos tornam-se tentadoras e esses indivíduos.

Ademais, nesse âmbito vários medicamentos começaram a tomar destaque e se tornaram novas drogas que circulam entre vestibulandos e estudantes universitários. Por conseguinte, o uso indevido desses medicamentos bem como seu abuso por jovens vem se tornando um problema real nos meios escolares e acadêmicos.

Nesse sentido, nós da MeuGuru elaboramos esse artigo com a finalidade de apresentar os enormes prejuízos e danos que essas práticas podem ocasionar a você Gurunauta. Além disso, ao fim desse texto vamos te trazer algumas dicas importantes que vão te ajudar a superar as dificuldades nos estudos e ainda contornar os problemas sem recorrer a métodos ilícitos.

O que são remédios para a concentração nos estudos

Remédios para concentração nos estudos são medicamentos utilizados para aumentar a capacidade de concentração, foco e atenção durante a realização de atividades que requerem um alto nível de desempenho mental. Com efeito, esses medicamentos agem no sistema nervoso central estimulando-o, dentre esses medicamentos podemos citar alguns derivados da anfetamina e o metilfenidato, e nootrópicos, que ajudam a melhorar a cognição.

Decerto, esses medicamentos destinam-se, inicialmente, ao uso para pessoas que tenham algum transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Todavia, o uso desses medicamentos sem prescrição médica começou a se tornar uma prática comum nos Estados Unidos com o Adderall. De fato, vários jovens, sem quaisquer trantornos psíquicos, começaram a utilizar esse medicamento para a melhora da performace acadêmica.

Por conseguinte, essa prática se popularizou ainda mais com o uso de outros medicamentos, em particular a Ritalina. A qual é outro medicamento prescrito para o TDAH, mas que também é utilizado sem prescrição para melhorar o desempenho acadêmico. Em especial, a Ritalina popularizou-se de forma rápida em vários países, até mesmo no Brasil, devido ao seu fácil acesso (mesmo tendo tarja preta).

Com efeito, a prática do consumo desses medicamentos ilícitos alimenta uma cadeia de relações que perpassam a venda de receitas especiais, venda de medicamentos sem receita e uso indevido dos remédios. Ademais, esses medicamentos ainda possuem fortes efeitos colaterais como a ritmia cardíaca, ansiedade, depressão, insônia, fadiga muscular, perda de peso, falta de apetite e irritabilidade. Além disso, pessoas que usam sem necessidade podem, além de ter as reações próprias do medicamento, ficar dependente da droga.

Eles realmente fazem efeito ?

Uma questão importante a se por é se esses remédios realmente fazem efeito em pessoas que não possuem TDAH ou algum transtorno similar. De fato, há um estudo publicado na revista científica “Psychopharmacology” em 2014 avaliou o uso de medicamentos para o TDAH em estudantes universitários que não apresentavam o transtorno.

Com efeito, o estudo randomizado, duplo-cego e controlado por placebo envolveu 13 participantes e mostrou que o metilfenidato não teve efeito sobre o desempenho acadêmico desses indivíduos. Os autores concluíram que o uso de medicamentos para o TDAH em pessoas sem o transtorno não é eficaz para melhorar o desempenho cognitivo ou acadêmico. Porém, é importante ressaltar que esse foi um estudo pequeno e com poucos participantes, sendo necessário realizar mais pesquisas para avaliar de forma mais precisa os efeitos desses medicamentos em pessoas sem o transtorno.

A problemática dos estudantes frente as exigências da vida moderna

Uma das formas de entendermos por que estudantes vem buscando o uso de algum remédio para a concentração nos estudos é buscando entender o panorama social em que eles estão envolvidos.

Reflexões sobre vestibulandos e universitários

Com efeito, a rapidez das relações sejam sociais e/ou profissionais está cada vez mais intensa nos dias atuais. Em particular, quando analisamos vestibulandos nos deparamos com indivíduos que são submetidos, anualmente, a testes estressantes e intensos. Além disso, esses estudantes, ao longo da sua preparação, são frequentemente confrontados com incertezes e inseguraças além da forte concorrência em virtude do número reduzido de vagas nas universidades. Assim, sentimentos de incapacidade surgem de forma demasaida em seus interiores desencadeando assim sintomas de ansiedade e depressão.

Por outro lado, quando analisamos o meio acadêmico universitário nos deparamos com estudantes que são demasiadamente cobrados. De fato, aqui vemos várias questões como a concorrência e busca por boas notas, procura por estágios, incertezas sobre o futuro profissional são pontos que levam os universitários a terem suas noites de sono ceifadas por essas problemáticas.

Conclusões

Por conta disso, fica evidente por que o uso de algum remédio para a concentração nos estudos pode parecer uma alternativa factível. Com efeito, a ideia de consumir o mesmo e ter bons resultados sem tanto esforço os leva a optar por esse caminho.

Alternativas aos remédios para a concentração nos estudos

Decerto, o uso desses remédios sem prescrição médica é algo que deve ser evitado e sequer cogitado por você gurunauta. Entretanto, nós entendemos que você tem várias demandas intelectuais para cumprir e, por vezes, manter a sanidade e a saúde mental torna-se um verdadeiro difícil.

Nesse sentido, vamos separar agora algumas dicas importantes que vão fazer a diferença nos seus estudos. Em especial, esperamos que com essas dicas você sequer precise recorrer a algum medicamento e afins uma vez que seu bem estar deve ser uma perioriedade.

Como estudar melhor

O primeiro âmbito que podemos destacar é sobre como você deve estudar melhor de modo que aumente seus rendimentos. Decerto, sabemos que essa dica é básica, entretanto, ela funciona e é eficaz. Então, confere algumas ideias que podem fazer com que você renda melhor nas horas de estudo e assim aprenda muitos mais.

Caso você não tenha indicação de remédio para concentração nos estudos, abaixo vão algumas dicas interessantes:

  1. Planeje seu tempo: crie um cronograma de estudos que se adapte às suas necessidades e obrigações diárias. Estabeleça horários específicos para estudar e tente segui-los.
  2. Encontre um local de estudos adequado: escolha um local de estudos tranquilo e organizado, com iluminação adequada e boa ventilação. Certifique-se de que você tenha tudo o que precisa, como material de estudo, livros e computador.
  3. Faça pausas regulares: é importante fazer pausas regulares para descansar e relaxar o cérebro. Tente seguir a regra de 25/5, que significa estudar durante 25 minutos e depois fazer uma pausa de 5 minutos.
  4. Use técnicas de estudo eficazes: tente usar técnicas de estudo como sublinhar, fazer resumos, criar mapas mentais e fazer exercícios para reforçar a aprendizagem.
  5. Mantenha uma alimentação saudável e hidratação: é importante manter uma alimentação saudável e equilibrada, com frutas, verduras e alimentos ricos em nutrientes. Além disso, beba bastante água para manter-se hidratado e evitar a fadiga.
  6. Durma bem: uma boa noite de sono é essencial para o bom desempenho acadêmico. Tente dormir de 7 a 8 horas por noite para se sentir descansado e alerta durante o dia.

Procure ajuda especializada, antes de tomar qualquer tipo de remédio para concentração nos estudos !

Sigmund FReud e a teoria sobre a psicanálise como remédio para concentração nos estudos
Procure um psicólogo ou psicanalista.

Nessa parte, temos duas indicações principais. Em verdade, a primeira delas é sobre sua saúde mental. Busque mantê-la em dias, procure ajuda profissional de psicólogos que possam te atender e identificar problemas que gerem ansiedade em seus estudos e afins. Com isso, você terá acompanhamento especializado com sua saúde e poderá render muito mais a medida que irá estabilizar-se emocionalmente.

Por outro lado, a dica que te damos é venha para a MeuGuru. De fato, temos vários tutores prontos para resolver várias atividades, listas e fazer seus trabalhos. Então, apenas cadastra-se e comece a usar o site que com toda certeza isso irá te ajudar grandiosamente a lidar melhor com as matérias e equilibrar os seus estudos.

Referências

  1. THE GUARDIAN. Study drugs: what are they and why are they so popular? 2018. Disponível em: https://www.theguardian.com/education/2018/may/22/study-drugs-what-are-they-and-why-are-they-so-popular. Acesso em: 27 abr. 2023.
  2. HEALTHLINE. Smart Drugs: The Truth About Nootropics. Disponível em: https://www.healthline.com/health/smart-drugs-nootropics. Acesso em: 27 abr. 2023.
  3. ADDITUDE. Stimulants and Non-Stimulants for ADHD: Pros and Cons. Disponível em: https://www.additudemag.com/adhd-medications-stimulant-nonstimulant-pros-cons/. Acesso em: 27 abr. 2023.
  4. NBC NEWS. College students taking ‘smart drugs’ to boost grades. Disponível em: https://www.nbcnews.com/health/health-news/college-students-taking-smart-drugs-boost-grades-n83101. Acesso em: 27 abr. 2023.
  5. PSYCHOLOGY TODAY. Cognitive Enhancers: What They Are, How They Work, and What Risks They Pose. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/brain-babble/201301/cognitive-enhancers-what-they-are-how-they-work-and-what-risks-they. Acesso em: 27 abr. 2023.

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!