Saúde mental: o que devemos saber?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Como anda a sua saúde mental, meu caro leitor? Você acredita que está tudo bem? Se sim, você é uma pessoa obstinada. No entanto, se sua saúde mental, anda abalada, você saberá como lidar com esse estado emocional que tanto nos afeta nos dias atuais. Portanto, vem aprender no melhor blog científico os conceitos fundamentais de saúde mental e como melhorará no seu dia a dia.

A saúde mental tem como a sua ciência mãe a psiquiatria, como modalidade médica responsável pelos cuidados do paciente. No entanto, a psiquiatria ainda quase nada  acrescentou ao conhecimento da saúde mental pois carece de teorias que descrevam/expliquem satisfatoriamente  o comportamento humano.

Sendo assim, diante desta lacuna,  a psiquiatria trabalha, frequentemente, com construtotres tomados das ciências com as quais tem interface: Psicologia, Antropologia e Psicanálise.

O que é uma saúde mental normal?

Uma saúde mental normal pode ser definida como um conceito estatístico (com o poder de ser vivido como “regra de ouro”): Ser mentalmente sadio, viver para morrer e ser esquecido. Ter a capacidade de ajustamento a circunstâncias  definidas por outros.

Interação saúde-doença

No âmbito mental, mais até do que no âmbito físico, a interação entre saúde e doença deverá subentender como um binômio com  opostos indissociáveis e com mobilidade e fluidez  acentuadas. Desse modo, adequa-se a denominação de como ” Estou saudável“ e não como estado permanente  e imutável, “Sou saudável”.

Saúde mental e a casualidade recíproca

Há 3 séries de causas para os fenômenos psicopatológicos e as mesmas não atuam independentemente. O que interfere na saúde mental é a resultante das interação.

1ª Série: Fatores hereditários e congênitos

Os fatores hereditários conhecidos por todos os fatores transmitidos por herança genética, ou seja, que está presente na família e, mais diretamente, entre pais e filhos. Já no caso dos fatores congênitos, são considerados todos aqueles provenientes da  vida intra-uterina, ou seja, o que vivemos quando ainda estávamos sendo gestados no útero na mãe.

2ª Série: Infância

Constituída pelos fatores  provenientes das experiências infantis e extremamente importantes. Portanto, ocorrem numa época de formação da personalidade e, portanto, mais decisiva.

3ª Série: Fatores atuais

Formada pelos fatores desencadeantes ou  atuais. Sendo assim, esses atuam sobre o resultado da interação entre a primeira e a segunda séries complementares. Portanto, isso nos remete sobre a disposição.

As três séries complementares  estão sempre presentes em toda conduta, normal ou patológica,  mas pode haver um predomínio. A causa dos comporamentos pode ser relativa e nunca  absolutamente de apenas cada uma delas. Há, no entanto, casos em que a alguma delas é claramente preponderante.

Psicologia na saúde mental

Há muitas especialidades da psicologia. Sendo assim, nenhuma  teoria e nenhum modelo proposto abrange, para compreender ou explicar, o ser humano  em toda a sua complexidade. Portanto, nenhuma concepção sobre o humano atinge a unanimidade científica.

Apesar disso, a terapia pode desempenhar um papel crucial no acompanhamento de pacientes com problemas na área da saúde mental, auxiliando no tratamento desde sintomas e patologias mais simples, até o acompanhamento de tratamentos mais complexos, caminhando junto aos tratamentos psiquiátricos e com a intervenção de medicamentos.

Hábitos que prejudicam a saúde mental

Alguns fatores como o envelhecimento da população, o agravamento dos problemas socio-econômicos e os desafetos familiares contribuem para o surgimento de desequilíbrios emocionais. Em suma, eles evoluem para transtornos mentais e físicos cada vez mais desafiadores para a equipe multidisciplinar.

Todas as doenças mentais são produzidas, em alguma medida, pelo ambiente em que não são suficientemente bons. As falhas ambientais afetam a:

  • Habilidade de integração
  • Capacidade de sentir-se só
  • Sentimento de Confiança básica ( e de esperança).

Os processos de adoecimento físico também dependerão da mobilização deste aparato psíquico que é instalado e instituído precocemente.

Pensamentos negativos podem afetar a saúde mental

No cotidiano da vida humana, pensamentos vão e vem a todo o momento. Sendo assim, saber dosar os pensamentos ou na melhor das hipóteses, saber como controlar esses pensamentos, podem nos fazer um bem danado. Desse modo, nos afastar de todos os gatilhos ou pensamentos que possam remeter a ideias negativas é essencial, visto quem, isso nos tornará felizes. Portanto, se você meu caro leitor, está se sentindo triste, desolado ou desamparado, procure algo que te faça feliz. Ou seja, na melhor das ideias, sempre procure deixar de lado os pensamentos negativos de lado ou pelo menos tentar.

Sendo assim, alguns dos principais gatilhos que podem gerar pensamentos negativos nos dias atuais são:

  • Drogas
  • Álcool
  • Dívidas
  • Estética

Portanto, algumas dicas de leitura, que podem estimular a produção de pensamentos positivos, vou deixar aqui embaixo, para que você possa ler. Espero que goste das leituras, pois foram feitas especialmente para você, gurunauta.

Procure um esporte.

Frases motivacionais.

Saúde mental e o desenvolvimento humano

Ambientalismo

Em sociedades tradicionais, hierárquicas e holísticas, a coletividade, as tradições e os costumes condicionam as existências individuais. Sendo assim, as identidades são construídas a partir da posição ocupada no quadro social.

Diferentemente, nas sociedades modernas predomina uma configuração particular. Desse modo, o indivíduo, moralmente autônomo, pré-social, despido de transcendência, é possuidor de direitos e deveres. Sendo assim, a configuração é impensável em contextos holistas, onde o todo social prevalece sobre as partes. Portanto, não há uma oposição entre indivíduo e sociedade.

Existe hoje, no mundo ocidental, a ideia de um indivíduo autônomo, senhor de si e independente. Ou seja, ausente de vínculos e dos determinismos universalmente definidos pela cultura, que marca a ideologia ocidental moderna.

Podemos tomar como exemplo: O início do desenvolvimento pessoal nunca  constitui  simples  passividade. Desde o primeiro momento da interação mãe-filho, em que cada um é outro para o outro. Sendo assim, o filho se  encontra na posição de ter de iniciar o projeto de vir a  ser quem quer que tenha de ser e isto constitui. Em princípio, como uma livre escolha, sua livre criação de sua natureza essencial.

A criança nasce indefesa e não-integrada. No entanto, percebe os estímulos do meio ambiente de modo desorganizado mas tem uma tendência inata para o desenvolvimento. Portanto, a tarefa da mãe é oferecer um suporte adequado para que estas condições alcancem um desenvolvimento ótimo.

Holding

Função fisiológica, inclusive física, de proteger o bebê contra as afrontas  fisiológicas. Logo, a função que considera as condições do bebê quanto ao tato, temperatura, sensibilidade auditiva e visual etc. Portanto, a criança desconhece  a existência de tudo que não seja  ela própria.

Rotina de cuidados :  ao longo do dia e da noite, nunca a mesma em duas crianças diferentes. Pois a rotina faz parte dela  e não há 2 crianças iguais. Sendo assim, a mãe acompanha as  mudanças, até mesmo as mais imperceptíveis e vai se adaptando a elas  para ajudar no crescimento.

Outros Artigos

Reprodução-das-Plantas
Biológicas

Reprodução das Plantas

Você sabe como funciona o processo de reprodução das plantas? Qual a sua importância e o porquê de acontecer? Clique aqui e saiba mais.

Legal

® 2021-2024 Meu Guru | 42.269.770/0001-84 • Todos os direitos reservados

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!