Versão “dark” de aplicativos: Como utilizar?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Nos últimos anos, a versão “dark” de aplicativos se tornou cada vez mais popular entre os usuários de smartphones e outros dispositivos eletrônicos. Essa opção oferece uma interface com cores escuras em vez de brancas, que são as tradicionais.

Embora possa parecer uma simples mudança estética, essa versão pode trazer muitos benefícios para os usuários, como melhorar a experiência de uso, economizar bateria e reduzir a fadiga ocular.

Além disso, a adoção dessa versão por aplicativos de grande escala pode ajudar a incentivar a preservação ambiental, uma vez que o consumo de energia do dispositivo é reduzido. Neste artigo, exploraremos os benefícios da versão “dark” de aplicativos e como ela pode ser útil para diversos tipos de usuários e dispositivos.

Versão “dark” de aplicativos: Como ela funciona?

Aplicativos como versão "dark" ativada.
Aplicativos em modo escuro. (Showmetech).

A versão “dark” de um aplicativo é uma opção que oferece uma interface com cores escuras, substituindo o tradicional fundo branco. Essa opção está disponível em uma variedade de aplicativos, incluindo navegadores da web, redes sociais e aplicativos de mensagens. A mudança para uma interface “dark” não só proporciona uma estética diferente, mas também pode ter benefícios funcionais para os usuários.

Contudo, a versão dark pode funcionar de maneira diferente, dependendo do aparelho utilizado. A diferença na atuação da versão “dark” em dispositivos com tela OLED e LCD está relacionada com o funcionamento dessas tecnologias. Enquanto as telas LCD possuem uma luz de fundo branca que ilumina os pixels coloridos para formar a imagem, as telas OLED emitem luz própria em cada pixel.

Mas, o que isso significa?

Isso significa que em uma tela OLED, quando um pixel é preto, ele simplesmente não emite luz. Isso resulta em um contraste mais profundo e cores mais vivas na versão escura ou “dark” de um aplicativo. Além disso, o seu uso em telas OLED pode economizar mais bateria, pois, pixels pretos consomem menos energia.

Já em uma tela LCD, essa configuração é menos efetiva na economia de bateria e no contraste das cores. Isso ocorre porque a luz de fundo branca continua a iluminar os pixels coloridos, mesmo que a maior parte da tela esteja preta na versão “dark”.

É importante ressaltar que mesmo que uma tela LCD não tenha o mesmo nível de desempenho nessa versão que popularmente é conhecida como a mais escura, contra uma LCD, por exemplo, ainda há benefícios na utilização dessa versão em ambas as tecnologias. A redução do brilho da tela, por exemplo, pode ajudar a diminuir a fadiga visual e proporcionar um ambiente mais confortável para os usuários.

A verdade sobre a relação entre a Fadiga Ocular e a versão dark dos aplicativos

Fadiga ocular causada por luz azul.
As luzes, principalmente as azuis, causam fadiga ocular. (Tudo sobre visão).

A versão “dark” de um aplicativo pode ajudar a reduzir a fadiga ocular de várias maneiras. A principal delas é que ela usa menos luz e menos brilho, o que reduz o impacto da luz emitida pela tela nos olhos do usuário. Isso é particularmente útil em ambientes com pouca luz, como à noite ou em ambientes escuros, onde uma tela brilhante pode ser irritante ou prejudicial à visão.

A luz emitida pelas telas é composta por uma série de ondas eletromagnéticas, incluindo a luz azul-violeta. Estudos sugerem que a exposição prolongada a essa luz pode levar à fadiga ocular e danos a longo prazo à visão. Ao usar a versão “dark” de um aplicativo, a quantidade de luz azul-violeta emitida pela tela é reduzida, o que pode ajudar a prevenir esses efeitos negativos.

Existe economia de bateria nessa versão?

o modo "dark" pode ajudar a economizar bateria do celular em alguns casos.
A versão “dark” de aplicativos pode ajudar a
economizar a bateria dos smartphones. (Mymob).

Sim, essa versão pode ajudar a economizar a bateria do dispositivo em que está sendo executado. Isso ocorre porque a tela de um dispositivo é um dos principais componentes que consomem energia. Assim, entende-se portanto que com a mudança das configurações para a tela escura, a maioria dos pixels da tela ficam pretos, o que reduz a quantidade de energia necessária para iluminar a tela.

Isso é especialmente verdadeiro para dispositivos com telas OLED, já que cada pixel em uma tela OLED é iluminado individualmente. Quando um pixel está preto, ele simplesmente não emite luz, o que significa que não está consumindo energia. Em contraste, os dispositivos com telas LCD utilizam uma luz de fundo que ilumina toda a tela, independentemente da cor exibida, o que significa que a economia de energia não será tão significativa quanto nos dispositivos com telas OLED.

Portanto, usar a versão “dark” de um aplicativo pode ajudar a estender a vida útil da bateria do dispositivo, permitindo que os usuários aproveitem mais tempo de uso antes de precisar carregar novamente. Isso pode ser especialmente útil para pessoas que usam seus dispositivos móveis com frequência durante o dia e precisam que a bateria dure o máximo possível.

É possível ficar mais tempo no celular com a versão “dark” dos aplicativos?

O modo "dark" pode ajudar a reter os usuários em uma plataforma por mais tempo.
A versão escura de aplicativos podem ajudar
a manter os usuários por mais tempo na plataforma.

Sim, pois a versão “dark” de um aplicativo pode ajudar a manter o usuário por mais tempo em alguma plataforma devido à sua capacidade de tornar a experiência mais agradável aos olhos.

Assim, quando os usuários são expostos a uma interface brilhante por um período prolongado, isso pode causar fadiga ocular e, consequentemente, diminuir o tempo de uso do aplicativo.

Todavia, os usuários podem experimentar uma interface mais suave e menos cansativa para os olhos. Pois, há o aumento da probabilidade de eles permanecerem na plataforma por mais tempo. Isso pode ser particularmente importante para aplicativos que exigem uso prolongado, como redes sociais ou aplicativos de leitura. Além disso, uma das características interessantes da sua aplicação, se dá pelo fato da tecnologia criar um ambiente mais imersivo. Este ambiente poderá incentivar os usuários a passarem mais tempo explorando a plataforma, por exemplo.

Além dos benefícios já citados, é importante destacar que muitos usuários acham o estilo dark visualmente atraente e elegante. Essa preferência pode ser atribuída ao fato de que as cores escuras proporcionam um contraste maior e realçam as cores dos ícones e elementos da interface do aplicativo, tornando a experiência do usuário mais agradável. Dessa forma, a versão “dark” pode ajudar a manter o usuário por mais tempo na plataforma, aumentando a fidelização e engajamento com o aplicativo.

Como ativar o modo escuro (dark mode) de páginas web?

A Versão “dark” de aplicativos, possui a Dark Header, que é uma extensão que torna os sites acessados em modo escuro.
Dark Reader, extensão de navegadores que deixa
os sites em modo escuro. (Dark Reader).

A maioria das páginas web não têm um modo escuro nativo. Então, podemos utilizar um artifício que resolve esse problema em quase 100% dos casos. O Dark Reader é uma extensão de navegador que deixa a maioria dos sites com um visual “dark” automaticamente.

Então, com essa extensão, é possível navegar na web no modo escuro em quase todas as páginas. Portanto, torna-se muito vantajoso para quem passa muito tempo realizando pesquisas e escrevendo artigos. Inclusive, esse artigo está sendo escrito em um editor de texto on-line, com a interface convertida para modo escuro pelo Dark Reader.

Essa extensão está disponível para os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari e Microsoft Edge.

Conclusão

Em conclusão, a versão “dark” de aplicativos tem se tornado cada vez mais popular entre os usuários de dispositivos móveis e de computadores. Além de oferecer uma estética agradável aos olhos junto a uma experiência de uso mais confortável em ambientes com pouca luz, ela apresenta benefícios importantes.

Em suma, a sua aplicação correta pode aumentar a retenção de usuários na plataforma. Isso porque a experiência de uso é mais agradável e pode levar o usuário a permanecer por mais tempo utilizando o aplicativo. É importante ressaltar também a diferença de atuação em telas OLED e LCD. Assim, vale a pena lembrar que essa versão se beneficiará mais em dispositivos com tela OLED.

No entanto, é preciso lembrar que essa versão não é a solução para todos os problemas de usabilidade e que há desafios pela frente. Como, por exemplo, a adaptação de todos os elementos do aplicativo ao modo escuro. A versão “dark” não deve ser vista como uma moda passageira, mas sim como uma tendência que oferece benefícios importantes para os usuários.

Leia também: Como programar em Python no android?

Outros Artigos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

contato@meuguru.com

CNPJ 42.269.770/0001-84

Nos siga nas redes!